Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Conversas e Café

Por que ficamos tristes de perder pessoas que nos magoaram?

Li esta pequena questão numa publicação no Instagram. Nesse momento perdi-me logo a refletir sobre uma eventual resposta, talvez precipitada, diria, mas mesmo assim, senti que esta questão era digna de um tema de reflexão. Desse modo, decidi abordá-lo por aqui. Afinal "Por que ficamos tristes de perder pessoas que nos magoaram?". 

Primeiramente, não custa nada relembrar e passo a citar uma outra frase que li nestes últimos dias: 

Nem tudo são perdas. Algumas coisas são livramento.

De facto, se pensarmos bem, com alguma racionalidade, se pretendemos ser felizes, devemos viver com leveza. Relacionarmo-nos com pessoas (independentemente do tipo de relação, seja amizade ou algo mais!) ou situações tóxicas e negativas, em que nada nos acrescenta senão tristeza, mágoa, dor ou qualquer outro tipo de sentimentos negativos, não é viver com essa tal leveza, felicidade ou até mesmo plenitude. Por vezes é necessário libertar-nos disso para pudermos seguir em frente e de cabeça erguida. E não tem mal nenhum em fazê-lo. A isso chama-se crescer e evoluir. Expandir horizontes. 

Depois, e voltando ao cerne da questão, talvez até ficamos assim por colocarmos demasiadas expectativas e acharmos que "desta vez será diferente", no fundo, é essa esperança, essa expectativa que coloca o relacionamento (seja ele qual for) num outro patamar. Daí "gastarmos" o nosso tempo, dedicarmos toda a nossa atenção, depositarmos toda a nossa energia, até mesmo querermos mudar por essa pessoa/situação, mas eu pergunto-me (e a vocês também) "Para quê? Será que deveríamos mudar por elas ou por nós mesmos?" Ah, pois!

O que é certo é que estamos todos de passagem, nada é eterno e cada pessoa tem o seu tempo para permanecer na tua vida, no teu caminho, com o propósito de ensinamento. Cada um deixa em ti uma lição. Mesmo que seja ela pautada pela dor. Mas aí, só depende de ti, a forma como vais encarar e viver com isso. Essa lição pode ser tanto positiva como negativa, isto é, algo que te possa transformar positivamente de modo com que aprendas a te relacionares com outras pessoas futuramente ou então possa servir de exemplo a não seguir. Agora é uma questão de adaptar à vossa realidade e aceitar simplesmente. 

Obviamente que a tristeza e desilusão é algo que se manifestarão naturalmente pois as memórias felizes sempre virão ao de cima mas pensando racionalmente sobre o assunto, não estaremos apenas a "romantizar" tudo como mecanismo de autodefesa de modo a atenuar os momentos que provocaram uma maior dor/mágoa em vós?! Será mesmo que vale a pena continuar a bater na mesma tecla e correr atrás depois de tudo? Ou agradecer à Vida/Universo/Deus (ou naquilo que vocês acreditam) por vos ter livrado dessa situação/pessoa? Já pensaram que foi melhor assim? Nada acontece por acaso. Tudo tem uma razão de ser! E tenho a certeza que o melhor ainda está por vir, a seu tempo. Pois quando o tempo de permanência é ultrapassado, já não é bom para nós e em nada nos acrescenta! 

Pensem nisso! 

E enquanto pensam, quero saber, na vossa opinião, o porquê de ficarmos tristes quando perdemos alguém que tanto nos magoou. Será apego? Ou será porque depositamos muitas expectativas nelas?

Deixo também, abaixo, o post que me fez abordar tal reflexão: 

 

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Frases (@respeitei)

A autora

foto do autor

Translate

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D