Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Conversas e Café

"E a Black Friday?"

Recebi um monte de mensagens de amigos meus, leitores assíduos do meu blog, no dia de ontem a me perguntar sobre a Black Friday. "Juliana pensei que fosses falar da Black Friday mas em vez disso falaste sobre decoração de natal?!", sim verdade. Não falei da Black Friday, não por esquecimento, mas sim por não ser das coisas que mais me cativam e que deliro (sem julgamentos, fashabor!!). Para quem está a leste do paraíso, a Black Friday acontece todos os anos, em todo o mundo, na última sexta feira do mês de novembro em que, supostamente, há descontos exorbitantes nas mais diversas lojas. Este ano, apesar da situação pandémica que vivemos atualmente, não foi exceção embora o apelo fosse online. 

Pessoalmente, não sinto-me minimamente atraída por esta época de descontos e acho que, muito sinceramente, não passa de uma campanha de marketing para triplicar as vendas de natal. Não me julguem quando digo isto mas são raras as vezes em que compro algo neste dia. Aliás, este dia é daqueles que está marcado no meu calendário como "o dia para NÃO ir ao shopping". Eu fujo dele na verdade. Primeiramente é o trânsito descomunal, o autêntico fim de mundo para ir lá bater ao shopping. Segundo, o estacionamento. Uma pessoa gasta mais gasóleo ao andar às voltinhas à procura de um lugarzito modesto para deixar o carro. Terceiro, as lojas todas cheias, roupas desarrumadas que nem nas feiras e todo um  à procura do tamanho da peça X. Já para nem falar das looooooooooooooooooooooongas filas para pagar um trapinho ou outro. Como se tudo isto não bastasse, ainda temos que levar com birras de crianças por causa de um brinquedo que os pais não compraram e ainda pela correria de loja em loja de pessoas pouco civilizadas a esbarrar e a se meter em frente a quem passa. 

Não sei este ano, mas as memórias dos anos anteriores, assustam-me. 

Por ser tudo online, os sites devem de ir a baixo em cinco minutos (senão menos) deixando compras interrompidas e pessoas em espera. Não sei. Simplesmente não gosto. Prefiro aguardar pelos saldos, sei lá. Não que também não haja estratégias de marketing enganosas associadas para vender mais, no entanto, perto da Black Friday, semanas antes, até, vê-se os preços dispararem desenfreadamente para que no dia esteja "em desconto".

Enfim...

Não condeno quem goste, ame ou delire com a ideia de Black Friday, simplesmente acho uma perca de tempo e de dinheiro, por isso, esse dia, é aquele dia que mais evito, até mesmo falar por aqui. 

Bom fim de semana!

A autora

foto do autor

Translate

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub