Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversas e Café

Ansiedade: A minha história

Olá maltinha, hoje vim quebrar o silêncio e abrir o meu coração sobre a minha “relação” com a ansiedade.

Já falei antes, por alto, da minha ansiedade quando vos falei daquela aplicação que tem mudado a minha vida nos últimos tempos, Simple Habit, uma aplicação de meditação. 

Começando pelo início, sempre fui uma pessoa com ansiedade q.b. (podera, a carga genética é muito forte!) mas foi sempre algo controlável. Até chegar ao ensino secundário, com a mudança de escola, de rotinas, tudo se descontrolou de uma forma inexplicável ao ponto de nem me reconhecer enquanto pessoa. 

E com a ansiedade começaram os problemas, médias a baixar, stress acumulado, uma frustração tão grande, noites mal dormidas, ataques de pânico sem motivo aparente. Até que decidi, por fim e após algum tempo de indecisão, ir ao psicólogo. Foi a melhor coisa que fiz e arrependo-me por não ter feito à mais tempo. Para além do diagnóstico de ansiedade, ele me ensinou técnicas para me acalmar, deu-me muitas dicas úteis para o meu percurso académico e não só, tudo isto em cinco meses. Para mim, o Dr. Ricardo Mendes foi alguém que encaixou todas as pecinhas dentro do meu ser tornando-me uma pessoa melhor e mais segura. Tenho mesmo que lhe agradecer por tudo o que fez por mim. Nunca mais tive aqueles ataques de pânico que me deixavam insegura e muito nervosa e, estando em altura de testes tenho que admitir que é um milagre. Depois por outro lado, que me aliviou imenso a ansiedade, este monstrinho que por vezes que me quer aterrorizar, foi a meditação. Algo que mudou a minha atitude radicalmente, não só quanto à ansiedade mas também quanto a minha postura perante a vida, sou bem mais confiante, positiva e feliz. 

Esta minha ansiedade, já não é algo que me assusta ou que me deixa fora do meu ser. 

4AC4F738-D556-4D90-95C9-63981D838B61.jpeg

Se vocês sofrerem de ansiedade procurem por ajuda, não é vergonha é uma questão tratar da vossa saúde. Não é só o físico que deve ser cuidado mas também a nossa mente. E com a ansiedade não se brinca. 

 

 

Conversar :

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

A autora

foto do autor

Translate

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub