Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversas e Café

Acabei o 12ºano e agora? - Candidatura e Colocações

No último post desta rubrica falei da minha (atribulada) experiência no secundário. Contei-vos a minha história da forma mais espontânea e de coração aberto para vocês. Hoje, vim falar-vos o que aconteceu depois. 

E o início deste post é dedicado à fase de candidatura no Gabinete de Apoio ao Ensino Superior da Região Autónoma da Madeira. Dia 7 de agosto foi o primeiro passo da transição de um novo ciclo, e foi logo no primeiro dia de candidaturas que por volta das 16:30 estava eu sentada a preencher a minha candidatura com a ajuda de uma pessoa especializada (na qual não vou revelar o nome mas a quem eu agradeço por aconselhar e a dar a sua opinião sobre as minhas escolhas). Lá preenchi as seis opções, todas elas fora da minha ilha, dei mais alguns dados determinantes para a minha candidatura e de lá saí feliz da vida com as minhas escolhas. 

Hoje, passado um mês e dezanove dias, em que os últimos dois foram de muita ansiedade e noites mal dormidas, recebi o tão aguardado e-mail que ditaria o meu futuro a nível académico. Entrei. Na minha primeira opção. Até parece um sonho depois de tudo o que aconteceu ao longo do secundário. Hoje, sei que tudo o que me aconteceu, levou-me a enveredar por este caminho. Vou estudar Português, a minha língua que eu tanto amo, na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC), tal como queria.

Se eu achava que entraria? Pela minha média em comparação com o último colocado do ano anterior, eu sabia que efetivamente poderia entrar, mas agora quanto à minha sorte era um grande ponto de interrogação. No entanto, fiz as minhas malas mesmo sem saber os resultados, comecei por escolher a roupa de inverno e arrumá-la e agora, quando recebi o bendito e-mail, estava a escolher a de verão também. Faltam agora guardar umas últimas coisas, comprar as passagens e ir numa nova aventura rumo a Coimbra. 

Ainda não caí em mim. Tive que analisar, letra por letra, aquele e-mail, só para ter a certeza absoluta de que era verdade. E não é que é mesmo? 

Tal como já disse, tantas outras vezes, tudo acontece por uma razão e se é para acontecer, é sinal que é para nós. E acredito, olhando para trás, que tudo isto aconteceu para colocar naquele que é o meu caminho. E no final, quem diria que esta menina que estudou no secundário Ciências e Tecnologias, iria seguir o ramo das línguas com o intuito de estudar Português. 

Agora esta menina vai sair do ninho e voar numa nova aventura, construir a sua vida sozinha, longe da família, numa cidade nova porém mais ou menos conhecida. Não sei como será o meu futuro, não consigo visioná-lo mas sei que tudo isto vai fazer-me crescer. 

 E como se costuma dizer, maus princípios, bons acabamentos. 

4 comentários

Comentar post

A autora

foto do autor

Translate

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub