Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversas e Café

A minha experiência com o sensor FreeStyle Libre

Hoje trago um tema bem diferente do habitual. Não, não tem nada relacionado com moda ou beleza, muito menos textos motivadores. Mas é um assunto que merece a minha especial atenção e especial atenção pelo público em geral. O tema de hoje está relacionado com a minha doença que é cada vez mais comum, não só em Portugal mas por este mundo fora. Estou a falar da Diabetes. Desengane-se quem pensa que esta doença está relacionada com a alimentação incorreta desde o consume de doces, não no meu caso pois tenho o Tipo I. Não passou de uma "avaria" no pâncreas que descontrolou tudo em mim. 

E após oito anos de uma longa rotina de muito controlo e persistência, após oito anos a picar os dedos vezes e vezes sem conta para verificar os valores da glicose no sangue, chegou altura de por fim às picadas nos dedos e a tudo o que envolvia ver sangue, não que me incomodasse, não de todo. Mas por mérito, por merecer algo melhor para a minha vida. 

No início, quando este sensor apareceu no mercado, relativamente à pouco tempo, as enfermeiras do hospital começaram a falar mais sobre o assunto mas eu não queria. Aliás, muitas discussões tive com a minha mãe pois ela sempre quis que o colocasse embora não via qual era o verdadeiro interesse naquilo. 

Até que aconteceu. Na minha última consulta de rotina, voltei a insistir que não queria, até conhecer uma pessoa que também estava na mesma sala de triagem que eu e trocamos algumas impressões sobre este sensor. 

Deliberei muito pelo assunto, pensei nos prós e nos contra e só encontrei vantagens pois, para além de controlar melhor a glicose, seria uma mais valia para "poupar" os meus dedos a mais picadas, reforçando a ideia de que são oito anos a desgasta-los. E aconteceu. 

IMG_0541.JPG

Eu acho que talvez o que fez-me repensar sobre este assunto foi o facto do meu futuro e deixei todo o receio quanto ao preconceito alheio, quanto ao que as pessoas poderiam pensar ou dizer e coloquei-o, simplesmente. 

Quanto à minha experiência, depois de colocado, faz um pouco de impressão na primeira hora, pois os filamentos constituintes no sensor estão a "fixar-se" na linfa intersticial para dar os resultados. Mas depois é bem tranquilo que até se esquecem que o têm ali. A melhor parte é que podem tomar banho, ir ao ginásio, fazer a vida toda normalmente com ele pois ele fica colado na vossa pele durante 14 dias. Eu coloco por cima este adesivo muscular de cor preta (porque não encontrei o cor de rosa) com o intuito de proteger para que este não salte do braço antes do tempo com uma pancada ou algo do género no braço. Quando o removi, pela primeira vez, achei bem mais fácil e muito menos doloroso do que imaginei. O que mais incomodou, foi nas primeiras noites adormecer sem que o sensor me incomodasse.

Para dizer a verdade, eu nunca pensei gostar tanto deste sensor pois permite-me melhor controlo da glicose para além da previsão de resultados. Se antes achava que não ia gostar daquilo e que as pessoas iam olhar-me de lado por isto, agora, posso-vos dizer, claramente, que é das melhores que tenho. Prático, rápido e discreto, são estes os adjetivos que melhor descrevem este sensor FreeStyle Libre. 

Neste momento que o tenho, já à praticamente 2 semanas, o que posso dizer que sim, recebi alguns olhares, perguntas mas isso não me impediu de seguir a minha vida e é com todo o gosto que falo sobre isto pois trata-se de um assunto normal. 

Por isso, decidi fazer este post. Recomendo-vos a colocarem se tiverem oportunidade para tal, vale mesmo muito a pena.

 

 

Conversar :

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

A autora

foto do autor

Translate

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub