Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Conversas e Café

2020, um ano para recomeçar...

Antes de mais, queria desejar-vos um 2020 extraordinário para todos vocês e agradecer a quem está a desse lado fazer-me companhia para mais um ano de muitos posts. 

Para iniciar o ano em grande, quis escrever-vos um post cheio de dicas para recomeçar o ano da melhor forma. Lembrando que este ano temos 366 oportunidades para recomeçar e fazer algo diferente. Bem, quer dizer, já só nos resta 365 mas mesmo assim, temos muitos dias para recomeçar, reiniciar e reajustar o nosso caminho. 

Sou daquelas pessoas que acredita na evolução pois, tal como no último post, admiti ter crescido e evoluído ao longo do ano passado. Por isso, por experiência própria, sei que todos podemos mudar alguma coisinha em nós, sobretudo se for para nos sentir-mos melhores connosco. E estes pequenos hábitos que irei vos apresentar pode vos ajudar a ter uma vida mais sã. Assim sendo, pode e deve incluir na lista de resoluções para 2020.

2020 Balão De Ouro Ano Novo Comemorar

1. Levar a vida com mais leveza.

Claramente isto é algo que todos nós deveríamos fazer, deveria fazer parte do nosso DNA, infelizmente, é algo que nós devemos aprender. Tal como já me referi umas outras três mil e quinhentas vezes, uma das coisas que devemos fazer é meditação (e lá vou eu outra vez chegar ao mesmo ponto!). Na verdade, desde que descobri o quão bem me faz meditar, é algo que eu sempre aconselho às pessoas com quem me relaciono pois ninguém imagina o quão poderoso é. Inicialmente comecei a meditar para ter um melhor autocontrolo sobre a minha ansiedade e aprender como gerir as minhas emoções de forma a não prejudicar a minha sanidade mental mas logo me apercebi dos inúmeros benefícios. Não só passei a dormir melhor, como comecei a ter melhores resultados académicos e também comecei a lidar com as adversidades da vida numa outra perspetiva, como se não fosse mais eu, mas sim como expectadora dos acontecimentos de uma forma externa. Já mais pareço Ricardo Reis, um heterónimo de Fernando Pessoa, mas analisando a sua filosofia de vida de expectador do espetáculo do mundo, não poderia identificar-me mais. E deixando o meu fascínio por Fernando Pessoa e os seus heterónimos de lado, me apercebi que a meditação me ajuda a levar a vida com uma maior leveza, pois nós, seres humanos, temos a mania de querer controlar tudo o que acontece no nosso quotidiano e cerca de 90% daquilo que nos acontece, não pode ser controlado por nós, não nos compete controlar. Portanto, com isto, devo dizer que uma das metas para este ano, até mesmo para mim, é deixar levar-nos pelos acontecimentos da vida, viver um dia de cada vez sem nos preocupar-mos com aquilo que pode acontecer sem ter a garantia de que vai acontecer. 

2. Amor Próprio 

Se é para recomeçar, então vamos reaprender outra coisa seriamente importante e à muito esquecido pela maioria das pessoas, aceitar quem somos, tal como somos. Hoje em dia somos constantemente bombardeados pelos padrões de beleza, pelas fotos das vidas perfeitas no Instagram e noutras outras redes sociais ao ponto de rebaixar a nossa própria autoestima e o amor próprio. Querem que vos conte um segredo? Prometem não contar a ninguém? Pois bem, meus amigos e minhas amigas, a vida perfeita tal como o estereótipo de corpo perfeito que vemos com tanta frequência na Internet só existem realmente na Internet. A vida real é outra coisa. Por detrás de uma publicação do corpo da Kylie Jenner existe insegurança, por detrás de um story de um brinde com amigos e festas malucas existe algo que essa pessoa pretende esquecer, por detrás de um vídeo de uma vida milionária aparentemente perfeita existe medo, dúvidas e problemas. Com isto, quero dizer que somos todos humanos e que todos temos questões pessoais, problemas por resolver. Mas, mesmo assim, preferimos mostrar aos outros de que tudo está bem e que tudo é "perfeito". Por isso, malta, vamos deixar de comparar as nossas vidas reais com as vidas do Instagram ao ponto de pensar de que somos uns autênticos falhados e de nos lamentar-mos por não viver-mos uma vida como a deles. E aprendamos que as pessoas só mostram aquilo que querem mostrar mas que a vida dessas pessoas em questão não é só aquilo. Há muito mais coisas que não sabemos. Não, nós não fracassamos na vida só porque não vivemos numa penthouse de luxo com piscina e dois hectares de jardim, só porque não temos um Ferrari, três Lamborghinis na garagem à nossa espera, só porque não temos tecnologia de última geração. Isso são simplesmente coisas que se compram com dinheiro e que são usadas para preencher algum vazio dentro de nós. São simplesmente bens materiais. Mas e o amor próprio, será que também pode ser comprado? Ou melhor, será que existe? Pensem nisso! 

3. Não dar a mínima para o que os outros pensam.

Na minha mente, já estou a dar-vos uma outra "lição" de moral sobre este tema. Nós não somos o que os outros pensam de nós. O que eles pensam de nós, não nos torna melhores ou piores pessoas. Nós simplesmente somos o que somos, agimos como agimos e ninguém tem o direito de nos confrontam, muito menos opinar sobre a maneira como nos comportamos e reagimos perante uma determinada situação. Vai haver sempre alguém que vai opinar sobre os nossos comportamentos, sobre as nossas ações, até sobre a nossa aparência. Infelizmente não se pode agradar a todos. Agora, depende de vocês mudar. Mudar a penas em conformidade aos vossos valores e não pelo que os outros julgam saber sobre vocês e as vossas atitudes. Parem para pensar no que realmente são, o que vos levou a agir e reagir dessa forma, parem para pensar nos vossos atos e nos vossos comportamentos e se sentirem que falharam com algo, que agiram contra os vossos valores, então aí tentem corrigir ou mudar isso. Agora mudar só porque alguém vos disse para o fazer ou para agradar uma terceira pessoa, isso já não! Sejam reais e verdadeiros convosco mesmos e não deem a mínima para o que os outros pensam ou julgam saber sobre vocês. É tempo de mudar isso, porque afinal, é impossível agradar aos olhos de todos. 

4. Contar os resultados, nunca os planos.

Se há coisa que mais existe por aí é inveja. E há pessoas com quem convivemos e lidamos diariamente, que são autênticas sanguessugas. Uma coisa que aprendi com a minha relativamente curta experiência de vida é que nem todas as pessoas que estão ao nosso lado, estão a torcer por nós. Explicando melhor (e depois cada um interprete da forma que quiser interpretar), quantas vezes é que vocês já contaram um plano ou um objetivo a alguém e tudo saiu de forma contrária ao previsto/sonhado? Certamente que já vos aconteceu, acontece a todos, é normal. Por isso aprendam, contem as coisas às outras pessoas depois de elas acontecerem, nunca antes ou durante o processo. As pessoas só se importam com os resultados e se vos faz sentir melhor, não interessa o quanto vocês trabalharam, se dedicaram e se empenharam para conseguir algo, o que interessa é o resultado final. Só somos reconhecidos pelos frutos que colhemos. Por isso vamos semear, regar com calma e paciência para um dia mais tarde podemos comemorar a colheita. Quanto menos as pessoas saberem da nossa vida, mais ela dá certo. 

5. Viver em paz e harmonia com a Natureza. 

A natureza tem sempre algo para nos ensinar. O mar é temperamental. Uns dias calmo, inofensivo. Já outros, agitado e perigoso. Nós somos como ele. Quer dizer, a nossa mente sobretudo. Uns dias nada se passa, vivemos tranquilos. Já outros, as emoções ganham a batalha contra a razão e tudo o que é negativo, nocivo, tóxico invade e toma conta da nossa mente. Se há uma das coisas que mais valorizo é a natureza, o  por do sol, as nuvens lá no alto, o cantar dos pássaros... tudo isto, acontece para nos mostrar que tudo é passageiro. Um dia nasce as folhas das árvores, noutro elas caem. Observar e viver em conformidade com a natureza é algo que, realmente, pode trazer alguma tranquilidade ao nosso ser. Experimentem!

 

E pronto, se é para recomeçar, que seja com força, coragem e determinação. 

Bom ano para todos e bem vindos a uma nova década. 

Sejam felizes!

 

 

 

Vamos aliviar o stress?

Sabiam que o sistema nervoso alterado, o stess e a ansiedade são as principais causas da maior parte das nossas doenças? Verdade. A vida atarefada, as rotinas (ou mudanças delas), a correria, tudo isso pode desestabilizar-mos emocionalmente de modo a descompensar alguma coisa no nosso organismo. E quando não está bem em nós mesmas, é impossível sentir-mo-nos bem. 

Por isso convido-vos a ler este post com toda a atenção do mundo e cautela e caso seja necessário, tirem notas pois tenho a certeza que vai ser extremamente útil.

Você medita? Se pensou: “não consigo, já tentei, mas sou agitado e é impossível ficar parado por muito tempo…”calma. Você não está sozinho.

1. Banhos relaxantes

Começar a incluir na vossa rotina banhos mais prolongados e relaxantes pelo menos uma vez por semana. O segredo está também na preparação do mesmo. Acendam velas, de preferência perfumadas, se tiverem banheira, ainda melhor, comessem por enchê-la, coloquem um gel de duche bem cheiroso de modo a fazer muita espuma, coloquem pétalas de flores e adicionem sal grosso. Nota-se que os banhos relaxantes com sal grosso devem de ser feitos do pescoço para baixo. Estes irão purificar toda a maldade e aliviar a tensão existente no seu corpo. 

2. Meditação

Já falei das maravilhas que é praticar meditação tantas vezes, em tantos postes por cá no blog. E o que é certo é que uma calma imensa invade o meu coração e todo o meu corpo quando a pratico que é impossível não notar logo os benefícios. É como se ganhasse anos de vida e é tão preciso na nossa vida. Uma coisa para incluir na nossa cultura e na nossa rotina. 

3. Respirar fundo e contar até 10

Um coisa que eu faço sempre quando começo a sentir-me mais ansiosa, é tentar-me controlar. Assegurar a respiração é algo muito importante e existe, inclusive existem inúmeras técnicas de respiração que ajudam a oxigenar melhor o nosso cérebro e relaxar o nosso corpo. 

4. Praticar exercício físico

Não é segredo para ninguém os benefícios da prática de exercício regularmente. Os resultados são tão visíveis tanto física como psicologicamente. Eu noto muito isso, devo confessar. Há dias que parece que carrego o peso todo do mundo sobre as minhas costas, vou ao ginásio e saiu de lá e já pareço outra. É algo tão maravilhoso. É outro cansaço, nem sem explicar. 

5. Treinar a mente 

Uma das maiores causas da ansiedade e do stress é a forma como pensamos e encaramos as coisas. E se somos aquilo que pensamos, temos de ter cuidado pois o corpo atrai aquilo que a mente pensa, da forma como pensa. Treinar a mente de modo a ver tudo numa outra perspetiva é um processo difícil e que leva muito tempo mas algo que compensa. Ver as coisas como algo passageiro, deixar de controlar aquilo que na verdade está fora do nosso controlo, é algo necessário para progredir-mos enquanto pessoas e sermos mais felizes e bem sucedidos também. 

6. Ouvir música

A música também é uma boa terapia de relaxamento. E porque não aliviar o stress ouvindo aquelas músicas que mais gostamos num volume bem alto?! Porque não??

 

E pronto, espero que possam relaxar com estas dicas. Lembrem-se que tudo é uma questão de tempo. Que as fases menos boas também são passageiras e que se acontece é porque tinha de nos acontecer por algum motivo. Não vale de nada estar a nos preocupar e nos desgastar por situações que estão fora do nosso controlo. Um passo de cada vez. Um dia de cada vez. Tudo a seu tempo como é suposto a vida fluir. 

Sejam felizes!

 

 

(Imagem: Pinterest)

5 formas para manter a sanidade mental

Antes de mais nada, acho que devo um pedido de desculpas aos meus leitores, bem sei que tenho andado desaparecida mas, na verdade, as coisas complicaram-se um pouco por estes lados, não comigo, mas mesmo assim me afetou um pouco e me abalou o bastante ao ponto de nem ter cabeça para escrever por aqui. Mas aqui estamos nós para mais um post. Espero que gostem. 

 

Para mim, manter a sanidade mental tem sido algo muito desafiante sobretudo com a adolescência e todas as experiências de vida que tenho passado, embora diga constantemente e de peito cheio de orgulho o quão grata estou por casa coisinha que me acontece, às vezes é difícil, é duro, é bizarro, enfim. 

Por isso arranjei um pequeno (grande) guia com formas para manter a sanidade mental. 

1º Ignorar

Por vezes, para manter a sanidade mental o melhor é, de facto, ignorar situações, pessoas, o que for que vos seja tóxico. Não dar troco, simplesmente. Não é fácil mas garanto-vos que é meio caminho andado para poupar a vossa sanidade.

 

2º Não pensar demais  

Pensar menos e agir mais. Quantas vezes já vos aconteceu ficarem a pensar numa determinada situação ao ponto de se cansarem com ela ou de criar ilusões ou simplesmente criar problemas onde eles nem existem? Nada de dramas, deixem apenas acontecer. 

 

3º Desligar o complicómetro

O mesmo que dizer, simplificar. Nada de sofrer por antecipação, nada de complicar aquilo que é simples. Vejam, apenas, as situações tal como são ou numa outra prespetiva mais realista. Descompliquem. Serão mais felizes. 

 

4º Meditar

Já falei sobre meditação tantas vezes no blog, aliás, já assumi o quanto me ajudou a controlar a minha ansiedade (post aqui) e eu sinto com mais sanidade depois de aplicar esta prática na minha vida. Acho que esta prática era algo para incluir na nossa cultura, principalmente nas escolas, ou até mesmo nas nossas vidas, na nossa rotina. Tirar, pelo menos, 5 minutos para nós, para tratar da nossa mente, curar aquelas "feridas" que existem dentro de nós é algo que deveríamos fazer.

 

5º Relaxar a mente

Meditar, ler um (bom) livro, praticar uma atividade física ou até mesmo ouvir uma música com uma mensagem positiva, são algumas coisas que ajudam (e muito) para manter a nossa saúde mental no lugar. 

 

E pronto, são estes os meus truques para manter a sanidade mental. Não são itens impossíveis de cumprir, simplesmente exige muita prática e existência. É um processo contínuo mas que no fim já o fazemos de forma quase que intuitiva. E vale tanto a pena! 

 

 

 

Eat Smart & Take Care of Your Body

Dia Mundial da Alimentação Saudável e sendo eu uma pessoa que faz de tudo para ser o mais saudável possível, tinha que celebrar. 
Nunca pensei que alguma vez fosse tornar-me um exemplo para muitos jovens da minha idade, como (muito) bem, pratico exercício, bebo água (em vez de sumos ou refrigerantes).
Se for dividir o meu prato em proporções, diria que mais de metade são legumes/salada, sinto-me orgulhosa em dizê-lo porque, na verdade, não há nada melhor nesta vida do que estes produtos hortícolas.
A alimentação é nada mais, nada menos que um estilo de vida, não apenas uma questão de sobrevivência. E dizem por aí que somos o que comemos, então, se assim é, porque não comer de forma equilibrada e inteligente? A nossa saúde e o nosso corpo agradecem. 
Permitem-se cuidar de vocês, comer saudável é um estilo de vida tão rico e variado em receitas e apelativas ao paladar.

Coma de forma inteligente e trate do seu corpo. 

4 alimentos para substituir os químicos

spoiler alert: tem mudado a minha vida!

Com as mudanças de temperatura tudo o que seja gripes, alergias, resfriados e até mesmo recaídas de sinusite, vem tudo ao de cima uma vez mais e logo, precisamos de uma atenção redobrada. Na semana passada, tive a minha recaída de sinusite quando fui ao Coimbra passar uns dias. Os ar condicionados, as oscilações de temperatura entre o dia e a noite deu cabo de mim, literalmente, o que resultou numa forte constipação que acabou por afetar a voz. Sorte a minha que consegui ficar bem sem recorrer a antibióticos e uma vez que não tinha me dado febre nem tinha alterado os níveis de açúcar no sangue (ainda nem sei como tal não aconteceu!!), consegui curar-me com alguns dos alimentos que colocarei aqui em baixo, o que me deixou bem satisfeita. 

Por isso, muitas das vezes, nem necessitamos de recorrer a químicos quando na nossa alimentação tem de tudo um pouco, obviamente que tive de tratar do meu sinusite com os meus medicamentos habituais que sempre uso nestas situações (seria hipócrita se não referisse isto!) mas, o objetivo de evitar um grande número de químicos no organismo foi bem sucedido. 

Quem está preparado para descobrir os quatro super alimentos? Está na hora de tomar algumas notas. 

1. Gengibre

gengibre  na forma de raiz e em pó

Já é do conhecimento de muitas pessoas os benefícios do gengibre e confesso que é um dos alimentos que mais ingiro no meu dia a dia. O gengibre é aquele alimento que nunca pode faltar em casa pois tem propriedades muito importantes e quase indispensáveis para o normal funcionamento do nosso organismo. Para além de prevenir o cancro, o gengibre atua como anti inflamatório, combate a azia e gazes intestinais, reduz as náuseas e vómitos e auxilia na perda de peso

Eu ingiro gengibre em jejum num chá, coloco um pouco de água a ferver na noite anterior e quando esta atinge o ponto de ebulição adiciono umas duas rodelas de gengibre e apago do lume. Deixo atuar durante a noite inteira e de manhã, coo, aqueço e ingiro. 

2. Bagas Goji

Resultado de imagem para goji bagas

Devo confessar que as bagas goji foram uma surpresa na minha alimentação. A minha nutricionista recomendo-as e eu nunca pensei no quão maravilhosas elas poderiam ser. Com propriedade anti oxidantes, anti inflamatórias, com 19 aminoácidos na sua composição incluindo os 8 aminoácidos essenciais necessários à síntese proteica do ser humano, com ómegas 3 e 6 e ricos em vitaminas do complexo B, C e E (e muito mais!), é impossível ficar indiferente a estas coisinhas tão pequeninas mas tão poderosas. Para além de protegerem os olhos, elas reforçam os sistema imunitário, auxilia no equilíbrio dos níveis de colesterol, protege contra doenças cardíacas, fígado e ajuda no controle dos níveis de pressão arterial, entre muitos outros benefícios. 

Pelas suas propriedades anti inflamatórias, gosto de ingeri - las, principalmente depois dos treinos, ou quando sinto dores menstruais, acreditem que ajuda e muito!

3. Alcaçuz

Alcaçuz

O chá de raiz de Alcaçuz é o meu segredo para o tratamento NATURAL da tosse e rouquidão e foi, uma vez mais, recomendado pela minha nutricionista. 

Esta planta tem na sua composição diversos nutrientes importantes para a manutenção da nossa saúde, inclui uma ampla gama de vitaminas, minerais e fitonutrientes antioxidantes. 

Pela sua ação anti inflamatória natural permite combater resfriados e tosse. Também reduz o risco de doenças cardiovasculares, ajuda na perda de peso, protege a saúde do cérebro, ajuda na prevenção e no tratamento de cancro. Ainda reduz a fadiga e os sintomas de menopausa bem como os de TPM. Ainda alivia os problemas respiratórios e trata da saúde da pele e do cabelo. Se ainda quiserem fortalecer o vosso sistema imunológico, o alcaçuz pode ser uma boa opção. 

4. Canela

Resultado de imagem para canela

Se há coisa que mais amo é canela. O paladar e o cheiro é algo que me encanta. A canela contém propriedades medicinais que já são conhecidas por algumas pessoas e para quem não conhece, vou falar de alguns benefícios de consumir canela. 

Primeiramente, e sem puxar as brasas à minha sardinha, ajuda no controlo da diabetes, melhora transtornos digestivos, combate infeções nas vias respiratórias, diminui a fadiga e melhora o humor, ajuda a combater o colesterol e também na digestão. Ainda a canela diminui o risco de cancro e também diminui o apetite, por ser rica em fibras. 

 

Será necessário mais razões para consumir estes quatro (super) alimentos? 

 

 

(Imagens: Google)

 

 

10 (das infinitas) Razões para Acordar de Bom Humor

Bom dia malta,

Bem, eu não sei quanto a vocês mas eu acordo sempre de bom humor e boa energia que é uma coisa impressionante. São raras as exceções que eu acordo morta, mal humorada ou de mal com a vida mas já percebi que faço parte da minúscula percentagem de pessoas que acordam assim. 

Acho que, do pouquinho que sabem sobre mim, já deu para perceber que eu gosto de pensar numa outra perspectiva, um pouco mais além da realidade e isso sempre ajuda-me a ser mais positiva, motivada e certamente a melhor versão de mim. Portanto vim partilhar convosco dez razões, da mais infinita lista, para acordar de bom humor e convido-vos a refletir e tentar perceber o porquê que devemos acordar bem dispostos e abertos para a vida. 

1ª Razão: É mais uma oportunidade que a vida nos deu para fazer coisas incríveis e mudar o rumo da nossa vida, nem que seja mudar um pequeno passo ou mesmo voltar atrás, há que ponderar se é bom para nós ou tóxico. 

2ª Razão: Fomos escolhidos para ver-mos mais um nascer do sol e olharmos (como olhos de ver) para toda a natureza que nos rodeia e para tudo o que está à nossa volta talvez de uma forma diferente. 

3ª Razão: O recomeço. Porque todos os dias podemos recomeçar, mudar de direção ou simplesmente fazer uma pequena mudança embora muito significativa. 

4ª Razão: Mais oportunidades para agradecer. Agradecer às pessoas que mais amamos, àquelas que estão sempre do nosso lado mas sobretudo àquelas que nos deixaram por atrás, sim aquelas que Deus desviou do nosso caminho quando elas já não faziam mais sentido ficar. 

5ª Razão: Mais tempo para amar. Amar não só quem nos ama mas também quem está só e perdido por aí. 

6ª Razão: Mais uma oportunidade para ser feliz e espalhar essa magia a quem nos rodeia como se de uma epidemia se tratasse.

7ª Razão: Mais uma ocasião para ouvir e tentar compreender os outros, o seu ponto de vista ou até mesmo como estão a sentir-se. Sem falar, só ouvir.

8ª Razão: Expandir horizontes e mentalidades. Os tempos mudaram e uma razão para estar de bem humor quando acordamos é, sem dúvida, a dádiva de aprender, crescer, abrir a mente a novas aventuras ou novos desafios, arriscar. 

9ª Razão: Seguir os nossos sonhos e objetivos. Devíamos ser tão agradecidos por ter um novo dia pela frente e sermos presenteados com a oportunidade de seguir os nossos sonhos ou darmos um pequeno passo em direção a eles, agarrando-os com muita força. 

10ª Razão: Sermos nós mesmos e VIVER. Que dádiva.

Se pensarmos bem, não há assim tantos motivos para acordar com cara triste, feia e de mau humor, nem mesmo quanto o despertador nos acorda com aquele som tão intrigante. É sinal que estamos vivos. 

Pensem nisso e agradeçam por mais um dia. 

 

Power Poses - A mensagem que a linguagem corporal transmite

A linguagem é um meio de comunicação com o mundo à nossa volta, muitas vezes associamos ao facto de como interagimos uns com os outros. Mas a linguagem não está somente associada à forma como falamos, ao nosso idioma, às palavras que dizemos ou que saem da nossa boca para fora mas também abrange algo maior, o nosso corpo. 

Numa primeira abordagem, numa primeira impressão, quando conhecemos alguém, notamos a sua aparência, a forma como se comporta e se expressa em relação aos outros. Eis a linguagem corporal. Ela é um elemento fundamental na nossa comunicação é através dela que obtemos as primeiras impressões sobre cada indivíduo. Mas será que damos aos outros as melhores informações sobre nós numa primeira abordagem, assim à primeira vista? 

No post de hoje, trouxe este tema à baila por ser algo que esteja a trabalhar em mim mesma. Devo confessar que a primeira impressão que dou de mim mesma, segundo outras pessoas, é de arrogância, confiante e altruísta. De facto, num primeiro impacto ser "arrogante" não é algo que causa boa impressão ao olhos dos outros muito menos convida as pessoas a se aproximarem. São essas pequenas informações que transmitimos de nós mesmos num primeiro embate mas isso não significa que corresponda ao vosso verdadeiro "eu", o "eu" interior.

Segundo o estudo de Amy Cuddy, professora da Harvard Business School, a forma como nos comportamos tem uma grande influência na nossa autoestima aumentando drasticamente a nossa confiança. Daí as Power Poses, a forma de estar que transmite a quem nos rodeia a nossa atitude mesmo sem dizermos uma palavra. 

Já pararam para pensar que muitas das vezes não conseguimos alcançar algo na vida devido à nossa postura? Eu acredito que a maneira como pensamos, nos comportamos perante n situações do dia a dia transmite ao universo aquilo que queremos receber de volta, a Lei do Retorno. E mudar a nossa postura, nem que seja por meros minutos pode mudar muita coisa ao nosso redor. 

As Power Poses também são muito apreciadas no mercado de trabalho, nas reuniões ou até mesmo nas entrevistas de emprego, todo o corpo tem de interagir conforme o que nós falamos e acreditamos, por vezes não é fácil porque os nervos sempre nos traem mas também não significa que seja impossível. 

Vamos conhecer a diferença entre elas? 

image.jpeg

A diferença entre ambos os lados é a postura. Se quisermos mostrar-nos confiantes, nunca podemos ter uma postura de "acanhados" no sentido em que estamos encolhidos, no nosso canto mas sim uma postura mais descontraída, de "quero, mando e posso". Eis a diferença. Mas não é algo que possamos mudar de um dia para outro visto que se trata de um processo. Recomendo, vivamente, a começarem com uma meta de dois minutos apenas naquela posição altruísta e confiante, depois, quando se sentirem confortáveis, acrescentam mais um minuto à meta inicial é assim sucessivamente, tenho a certeza que tudo na vida vai fluir melhor porque, para além da autoconfiança e da autoestima mais elevadas, vão transmitir uma melhor energia a quem está à sua volta bem como ao universo e a partir daí, tenho a certeza que todos os astros se alinham na vida e tudo flui melhor e com mais leveza. 

Não vos convenci ainda? Então tenho exemplos concretos de pessoas que todo o mundo conhece e tenho a certeza que vos consigo fazer pensar sobre este assunto, no mínimo. 

image.jpeg

Um dos exemplos do poder é a nossa Cookie Lyon (Taraji P. Henson) da série Empire. Quando olhamos à primeira vista para a imagem pensamos "Uau! Que poderosa" obviamente que este pensamento não se trata do diálogo utilizado mas sim da maneira com todo o corpo fala, a linguagem corporal que transmite. 

                                  image.jpeg 

A pose de Wonder Woman da Beyoncé faz dela parecer bem mais confiante e pronta a lutar por tudo o que quer. Não é à toa que ela é a Queen B mas nós, na vida real, também podemos ser assim, confiantes e determinados. 

Há muita controvérsia em torno deste estudo das Power Poses e de tudo o que ela pode transmitir, mas cá entre nós, trata-se simplesmente de mudar a nossa postura perante os obstáculos que atravessam no nosso caminho, respirar fundo, contar até dez e encarar com confiança e determinação, que tudo se ajeita. 

 

 

(Imagens: Pinterest) 

 

 

 

5 coisas para adicionar à rotina neste verão

O verão chegou e com ele, trago uma lista com cinco sugestões para incluir na vossa rotina que vai fazer qualquer diferença certamente. 

É um pouco difícil resumir tudo numa pequena lista com apenas cinco itens por isso deixo à vossa escolha, adicionar ou alterar alguns itens desde que os cumpra também. E claro, se quiserem compartilhar mais algumas dicas para adicionar a esta lista, deixo-vos à vontade para o fazerem. 

Vamos então começar?

1. Hidratar-se

Não te esqueças de beber água, vai-te ajudar na renovação celular e na descamação da pele seca ;)

Com o aumento da temperatura é natural que transpiremos mais por isso mesmo temos que repor no nosso organismo a água que perdemos. É essencial, mais que tudo, manter-se hidratados até porque a desidratação tem consequências graves para todo o funcionamento do nosso organismo. Toda a gente sabe que beber mais água, sobretudo nestas alturas em que o clima é bem mais quente e exige tal necessidade mas, para muitas pessoas como eu, às vezes é quase um "esforço" o fazer (se bem que estou a consumir mais água desde à alguns meses para cá, portanto, estou orgulhosa da minha pessoa!) daí a dica recai sobre chás e efusões com plantas, sobre frutas que contêm maior teor em água como a melancia, ou até mesmo em legumes. Não há desculpas para dizer que "a água não tem sabor a nada" quando muito pode juntar plantas ou até mesmo alguma polpa da sua fruta preferida.

O nosso corpo necessita de hidratação durante todo o ano, mas na força do calor, então precisa muito mais.

 

2. Proteja-se dos raios UV

O que acontece com a pele e o cabelo na temporada do sol

Este segundo item não se restringe apenas para esta época específica de sol, de temperaturas elevadas, de calor e de praia mas sim para TODO O ANO, até mesmo nos dias nublados ou até mesmo quando chove a potes. Mas se vocês não estão habituados à aplicação de protetores solares, comecem já por incluir na vossa rotina e estendem, por favor, para as outras estações do ano. Apliquei-no sobretudo nas áreas mais expostas ao sol de modo a proteger dos raios UV que entram na atmosfera danificando, silenciosamente, a nossa pele. 

Já agora, o protetor solar tem que ser recomendado ao vosso tipo de pele e deve ser escolhido aquele com fator de proteção solar (FPS) mais alto. Também deve ser reposto ao longo do dia, conforme a necessidade e a disponibilidade para o fazer. 

3. Pratique exercício ao ar livre

O mais importante deste item é praticar exercício físico. Não tem dinheiro para ir para o ginásio, aproveite o bom tempo para dar uma caminhada, correr, espairecer. Não há desculpa. O exercício físico deve ser mesmo algo que também deve fazer durante TODO O ANO, sem exceção. Apenas senti que deveria colocar nesta lista uma vez que este tempo está apelativo a não ficar parado e porque, mesmo em período de férias, pode e deve sempre tirar um tempinho na agenda para o fazer. 

4. Salty Hair, I Don't Care

|| Follow us on Insta // @smtofficial x

Uma das coisas que precisamos de nos importar no verão é certamente o facto de o sal no cabelo o danificar. Para que tal não aconteça, depois de um mergulho no mar ou na piscina, que para também contém outros elementos químicos capazes de danificar o cabelo como o cloro, SE POSSÍVEL, usem os chuveiros de água doce para retirar o excesso de sal que está no vosso cabelo. Eu sei que nem todas as praias têm chuveiros ou algumas até têm mas temos que percorrer milhas até lá chegar, mas pensando bem, é pela saúde do nosso cabelo. 

5. Alimentação mais "leve"

Apple Cranberry Walnut Salad Crisp apples, dried cranberries, feta cheese, and hearty walnuts come together in a fresh Autumn salad.

Não sei se também vos acontece mas, no verão, o meu apetite fica reduzido para acima de metade. 

A par da hidratação, que foi o primeiro item desta lista, neste verão escolha uma alimentos mais leves e de fácil digestão como saladas, carnes brancas como o frango, ovos, peixe, legumes, fruta, etc, assim, manter-se-ão alimentados e com os nutrientes essenciais para aproveitar as férias ao máximo. 

 

E pronto maltinha, espero que tenham gostado desta listinha e que possam adaptá-la da melhor maneira à vossa rotina diária.

Como já foi referido anteriormente, podem deixar as vossas dicas para as rotinas de verão. 

Espero que tenham gostado. 

 

(Todas as imagens são do Pinterest)

Ansiedade: A minha história

Olá maltinha, hoje vim quebrar o silêncio e abrir o meu coração sobre a minha “relação” com a ansiedade.

Já falei antes, por alto, da minha ansiedade quando vos falei daquela aplicação que tem mudado a minha vida nos últimos tempos, Simple Habit, uma aplicação de meditação. 

Começando pelo início, sempre fui uma pessoa com ansiedade q.b. (podera, a carga genética é muito forte!) mas foi sempre algo controlável. Até chegar ao ensino secundário, com a mudança de escola, de rotinas, tudo se descontrolou de uma forma inexplicável ao ponto de nem me reconhecer enquanto pessoa. 

E com a ansiedade começaram os problemas, médias a baixar, stress acumulado, uma frustração tão grande, noites mal dormidas, ataques de pânico sem motivo aparente. Até que decidi, por fim e após algum tempo de indecisão, ir ao psicólogo. Foi a melhor coisa que fiz e arrependo-me por não ter feito à mais tempo. Para além do diagnóstico de ansiedade, ele me ensinou técnicas para me acalmar, deu-me muitas dicas úteis para o meu percurso académico e não só, tudo isto em cinco meses. Para mim, o Dr. Ricardo Mendes foi alguém que encaixou todas as pecinhas dentro do meu ser tornando-me uma pessoa melhor e mais segura. Tenho mesmo que lhe agradecer por tudo o que fez por mim. Nunca mais tive aqueles ataques de pânico que me deixavam insegura e muito nervosa e, estando em altura de testes tenho que admitir que é um milagre. Depois por outro lado, que me aliviou imenso a ansiedade, este monstrinho que por vezes que me quer aterrorizar, foi a meditação. Algo que mudou a minha atitude radicalmente, não só quanto à ansiedade mas também quanto a minha postura perante a vida, sou bem mais confiante, positiva e feliz. 

Esta minha ansiedade, já não é algo que me assusta ou que me deixa fora do meu ser. 

4AC4F738-D556-4D90-95C9-63981D838B61.jpeg

Se vocês sofrerem de ansiedade procurem por ajuda, não é vergonha é uma questão tratar da vossa saúde. Não é só o físico que deve ser cuidado mas também a nossa mente. E com a ansiedade não se brinca. 

 

 

New Year, Better Me...

Antes de mais, bom ano a todos e que 2019 seja um ano cheio de surpresas positivas e agradável para vocês. 

Todos os anos faço uma listagem de resoluções e objetivos para cumprir/realizar e este ano, fiz um pouquinho diferente. Comecei com um lema que pretendo colocar em primazia ao longo deste ano. Este lema centra-se no que eu quero, na minha felicidade, "Mais nada importa, só quero ser feliz". Somente o meu bem-estar. E foi nesse propósito que impus a mim mesma uma única resolução: MEDITAR

Nunca escondi que sofro imenso com a minha rotina agitada, sempre assumi todos os meus sintomas de stress e ansiedade que deixam-me numa posição desconfortável e fora do meu controle. Mas, recentemente, descobri que a meditação é, de facto, algo que funciona comigo. Sinto-me outra pessoa desde a primeira sessão que fiz. 

E onde é que aprendi a meditar? Com uma app incrível que descobri. Para mim, a melhor app de sempre.

Simple Habit Meditation 

Esta aplicação tem ajudado imenso pois a partir do momento que vocês instalam-na ela faz várias questões de modo a escolher a melhor técnica de meditação correspondendo às vossas necessidades. Para melhores noites de sono, para diminuir os níveis de stress e ansiedade, para manter o foco nas vossas metas e objetivos ou até mesmo para encontrar o equilíbrio interior dentro de vocês próprios, esta aplicação pode mesmo ajudar e num pouco espaço de tempo, com pelo menos cinco minutos conseguem relaxar. 

Primeira diferença notória, depois de começar neste meu processo de meditação, é o facto de estar mais leve e relaxada. Segundo ponto a referir, extremamente relevante, na minha opinião, é que tenho descansado muito melhor, nem usei uma faixa de descanso ou para dormir melhor pois não era essa a minha prioridade mas foi aí que me apercebi o quão poderosa era a meditação. 

Pelo vosso mood diário, conseguem obter diferentes faixas direcionadas e indicadas para tal.

 

A app é gratuita e se encontra disponível para iOS e para Android. E os áudios estão em Inglês. 

Venham meditar comigo durante este ano e tornem-se na melhor versão de vocês mesmos.

 

 

 

A autora

foto do autor

Translate

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub