Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Conversas e Café

"E a Black Friday?"

Recebi um monte de mensagens de amigos meus, leitores assíduos do meu blog, no dia de ontem a me perguntar sobre a Black Friday. "Juliana pensei que fosses falar da Black Friday mas em vez disso falaste sobre decoração de natal?!", sim verdade. Não falei da Black Friday, não por esquecimento, mas sim por não ser das coisas que mais me cativam e que deliro (sem julgamentos, fashabor!!). Para quem está a leste do paraíso, a Black Friday acontece todos os anos, em todo o mundo, na última sexta feira do mês de novembro em que, supostamente, há descontos exorbitantes nas mais diversas lojas. Este ano, apesar da situação pandémica que vivemos atualmente, não foi exceção embora o apelo fosse online. 

Pessoalmente, não sinto-me minimamente atraída por esta época de descontos e acho que, muito sinceramente, não passa de uma campanha de marketing para triplicar as vendas de natal. Não me julguem quando digo isto mas são raras as vezes em que compro algo neste dia. Aliás, este dia é daqueles que está marcado no meu calendário como "o dia para NÃO ir ao shopping". Eu fujo dele na verdade. Primeiramente é o trânsito descomunal, o autêntico fim de mundo para ir lá bater ao shopping. Segundo, o estacionamento. Uma pessoa gasta mais gasóleo ao andar às voltinhas à procura de um lugarzito modesto para deixar o carro. Terceiro, as lojas todas cheias, roupas desarrumadas que nem nas feiras e todo um  à procura do tamanho da peça X. Já para nem falar das looooooooooooooooooooooongas filas para pagar um trapinho ou outro. Como se tudo isto não bastasse, ainda temos que levar com birras de crianças por causa de um brinquedo que os pais não compraram e ainda pela correria de loja em loja de pessoas pouco civilizadas a esbarrar e a se meter em frente a quem passa. 

Não sei este ano, mas as memórias dos anos anteriores, assustam-me. 

Por ser tudo online, os sites devem de ir a baixo em cinco minutos (senão menos) deixando compras interrompidas e pessoas em espera. Não sei. Simplesmente não gosto. Prefiro aguardar pelos saldos, sei lá. Não que também não haja estratégias de marketing enganosas associadas para vender mais, no entanto, perto da Black Friday, semanas antes, até, vê-se os preços dispararem desenfreadamente para que no dia esteja "em desconto".

Enfim...

Não condeno quem goste, ame ou delire com a ideia de Black Friday, simplesmente acho uma perca de tempo e de dinheiro, por isso, esse dia, é aquele dia que mais evito, até mesmo falar por aqui. 

Bom fim de semana!

E o natal encantado invadiu o Conversas e Café...

Voltei! E desta vez trouxe o natal comigo a reboque. Ainda não entendi o facto de estarmos em pleno novembro e as pessoas já terem decorado as suas casas todas a preceito para esta época que este ano, em particular, será bem diferente do habitual. 

Mas, se houver ainda, por aí algures, alguém que ainda não decorou a casa para este natal e pretende seguir a tradição de decorar no feriado de 8 de dezembro, este post é para vocês. Digamos que me perdi no Pinterest (como já é habitual!!) e selecionei algumas imagens para vos inspirar também. Cá por casa, aqui em Coimbra, por mais que goste desta quadra festiva, não irei decorar até porque não faz sentido, uma vez que vou passar o natal junto dos meus (na medida do possível e sempre colocando a saúde e segurança em primeiro lugar) na Madeira, por isso, a meu ver, não compensa comprar uma árvore e vários efeitos só para as paredes verem. Não que não quisesse o fazer, atenção! Só que não vale a pena. 

Por isso, aqui vai algumas imagens, espero que gostem. 

Desculpem-me lá pelo entusiasmo! 

Espero que tenham gostado e que aproveitem alguma ideia. 

Beijinhos e boas decorações. 

 

(Imagens: Pinterest)

Combinação perfeita: Sweater e Saia de Cetim

Outono, depois do verão, é a minha estação preferida. As folhas caídas no chão, o clima mais fresco, tudo fica perfeito, até os outfits, diga-se de passagem. As coleções de mid season, para mim, são as melhores, é que dá-vos uma infinidade de opções para compor os looks do dia a dia. 

Hoje vim falar-vos de uma combinação, a meu ver, perfeita para vos inspirar nesta altura em que o clima é inconstante e dá mais vontade de usar algo mais quentinho sempre sem perder o estilo. E claro que estou a falar das sweaters (que são a minha obsessão, socorro!!) quando combinadas com saia de cetim (não tenho nenhuma mas às tantas, numa ida ao shopping acabo por me desgraçar e comprar uma!).

Sinceramente, acho uma combinação extraordinária, quentinha, confortável e que vos deixa com uma elegância tal sem precisar de muito esforço. Ora vejam como podem usar, abusar e se apaixonar. 

Difícil é não se apaixonar, não é mesmo?

Digam-me, de vossa justiça, se é ou não uma das combinações perfeitas para esta altura? 

 

 

(Imagens: Pinterest)

Há um mês pela cidade de Coimbra...

Pois é, já se passou um mês desde que saí do ninho e voei nesta aventura que é viver sozinha numa nova cidade onde tudo é-me, praticamente, desconhecido. Durante este mês que passou eu chorei algumas vezes, não vou mentir, ri-me também. Fiz novos amigos, fui às praxes (às poucas que houveram), ganhei uma "família". Por outro lado, as saudades da minha ilha, da minha família, manifestaram-se (e ainda se manifestam!) sobretudo quando não tenho nada para fazer, quando não há conversas nos grupos de WhatsApp, sobretudo aos fins de semana. Para mim, domingo é o pior dia. 

O pior dia no sentido em que é o dia em que as videochamadas via FaceTime são feitas na hora de almoço onde, tradicionalmente, a família se junta e almoça e depois vai passear. Aí sim, dá um aperto no coração quase insuportável e os meus olhos escondem as lágrimas que teimam em sair enquanto a minha cara força o melhor sorriso que possa fazer. Mas também é o pior dia uma vez que quase toda a malta do curso se encontra na sua "terrinha" e não há ninguém para ir ao café. Enifim... Num todo, posso dizer que é um carrossel de emoções que se vive. Dias melhores que outros, mas eu juro que pensei que iria ser mais difícil adaptar-me aqui e que passado um mês já estaria a arrumar as malas a dizer que ia voltarn para a ilha. (Nada dramática a menina! Nada. Nadinha!)  

Apesar de toda a saudade bater no peito quando ouço ou penso no nome "Madeira", não tenho saído nada mal em conciliar estudos com tarefas domésticas, desde cozinhar, limpar, arrumar. Toda eu sou uma multitasking e nunca paro quieta, talvez para omitir a saudade e as lágrimas que com elas tendem a cair ou talvez até porque estou a ficar com o síndrome da arrumação e organização. Quiçá. 

O que é certo é o facto que em um mês cresci tanto, não em tamanho porque fiquei por os meus 1,57m definitivamente, mas sim pelo facto de me tornar independente e voar do meu ninho, sair da minha zona de conforto e tornar-me uma "mini adulta". Esta experiência de viver sozinha ensinou-me que para além dos estudos, tenho a minha vida de casa e também uma vida social, deste modo, tenho que arranjar tempo para tudo. E acho que, numa perspectiva global de toda a situação, desta minha nova realidade, até agora está a dar tudo certo. E apesar de viver constantemente com o coração apertadinho de saudades, sinto-me acolhida por toda a maltinha do curso, seja pelos meus colegas caloiros, seja pelos doutores que nos praxam, e no fim do dia somos todos amigos e são todos incrivelmente maravilhosos para comigo. Até atrevo-me a dizer que já me sinto em casa com tanta hospitalidade à minha volta. 

Para resumir, este primeiro mês está mesmo a ser uma aventura e tanto. 

No entanto, confesso que estou eternamente grata e estupidamente feliz por cada minuto que vivo aqui. 

A minha rotina de skincare...

Hoje acordei e decidi partilhar convosco a minha rotina de cuidados de pele atualizada. Iniciei uma nova rotina de pele com novos produtos em setembro e desde essa altura que já ando para compartilhar convosco como tenho cuidado da minha pele e todos os produtos que tenho usado. Agora estou muito feliz com a minha própria rotina de pele quase que completa, eu diria. 

Sou da opinião que o segredo de uma boa maquilhagem não está só nas técnicas ou na qualidade dos produtos que usamos mas sim, na rotina de cuidados de pele que utilizamos. Podemos usar a base mais cara do mundo e as melhores técnicas de maquilhagem dos melhores makeup artists do mundo mas nada serve se tivermos uma "tela" (pele) irregular com acne, e outras imperfeições ou até mesmo a escamar por falta de hidratação. Nem essa maquilhagem caríssima vai cobrir todas essas imperfeições, vamos lá desmitificar isto está bem?! 

Então, tudo começa na forma como a cuidamos. E antes de contar a minha rotina de pele a vocês, é meu dever relembrar-vos em adaptarem os produtos que usem com o vosso tipo de pele, isto é, pessoas de pele seca não vão usar os mesmos produtos que eu, que sou de pele extremamente oleosa, ou vice-versa. Portanto é importante reconhecer e identificar o vosso tipo de pele antes de se dedicarem a comprar produtos para a mesma, posso ajudar-vos neste post a identificar o vosso. Posto isto também é importante perceberem os vossos objetivos, o que a vossa pele realmente necessita, por isso é importante ter em conta todos os detalhes desde acne, irritações, o que for. E só depois disso podemos começar a investir numa rotina de pele e tentar perceber quais são os melhores produtos para vocês. Nem todo o tipo de pele reage da mesma forma a um produto, até mesmo se tiverem o mesmo tipo de pele com pessoa X. A nossa pele é única e por vezes é necessário testar alguns produtos até chegar a uma boa rotina de pele. 

Quanto ao meu tipo de pele, ela é mista - combinação entre pele seca e oleosa -, tenho uma ligeira irritação nas laterais do rosto, de genética, claro. E não foi nada fácil em chegar a uma boa rotina de pele no entanto, estou feliz com os resultados que tenho tido com ela. 

APC_0051.JPG

Então vamos lá começar por explicar os produtos que uso e todo o processo da minha rotina de pele e do que diverge entre a rotina de pele de dia e de noite. 

1. Limpeza de Pele 

Começo a minha rotina de pele da manhã com lavar a cara na água bem fria para despertar e retirar todo o inchaço com este shampoo da Johnson's baby que neutraliza o pH da minha pele e ainda por cima, não arde os olhos. E são os olhos, a principal causa por substituir este shampoo por um tradicional gel de limpeza de pele (nada contra mas foi somente uma opção pessoal e por "saúde" também!). Para além disso ele limpa todo e qualquer resíduo de maquilhagem que ficou pelo caminho, principalmente no final do dia depois de desmaquilhar o rosto. 

2. Tónico 

Depois de limpar a pele é sempre importante o uso de um bom tónico. Estou a usar o Sebo Balance Toner da Kiko. Adoro-o não só porque ele ajuda-me a controlar a oleosidade da pele matificando-a, também purifica-a, reduz os poros e dá, ainda, uma frescura extra na pele e é muito cheiroso, diga-se de passagem. Utilizo-o tanto de manhã como à noite aplicando-o nas áreas mais oleosas da pele. Pessoalmente, acabo por aplicar um pouco por toda a pele e até sinto a pele mais calma nas zonas em que costuma estar mais irritada. 

3. Creme Hidratante

A hora de hidratar e dar uma pequena massagem no rosto é uma das melhores partes desta minha rotina de pele, aplico-o por toda a pele e adoro. Também da mesma gama da Kiko, uso o Sebo Balance Gel Cream. Ele é só maravilhoso, sinto a pele hidratada, matificada e purificada. Controla bem a oleosidade durante todo o dia o que me deixa feliz. Só o uso na minha rotina de dia.

4. Ácido Salicílico 

Exclusivamente para aqueles dias em que o acne decide aparecer, aplico o Drying Lotion do Mario Badescu. O meu salva vidas! Aplico-o à noite antes de me ir deitar, depois de aplicar o tónico, molho o cotonete na loção e aplico somente na área afetada e ele faz milagres secando por completo. Quem me der ter descoberto mais cedo este produto, digo isto, por causa da minha adolescência. No entanto, ele é maravilhoso! Seca as borbulhas todas, fica apenas a marca que facilmente coberta com um pouco de maquilhagem e já está. Fiquei apaixonada e recomendo mesmo! Comprei na Douglas por 14,96€ em promoção e foi uma das melhores compras que já fiz em toda a minha vida. 

 

E pronto, eis a minha rotina de skincare, agora sim, sinto muito mais feliz e confortável com a minha pele mesmo ela sem estar sem maquilhagem, o que não acontecia até relativamente pouco tempo. E confesso que até a maquilhagem, fica ainda melhor e mais bonita. 

Nada como uma boa rotina de pele, tenho que admitir. 

A autora

foto do autor

Translate

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub