Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Conversas e Café

Oversized Sunnies - A tendência

Olá malta, hoje vim falar-vos de uma das principais tendências de 2020 no que toca a óculos de sol. Estou a falar, obviamente dos óculos de sol tamanho oversized, aquele estilo de óculos gigantes que complementam o outfit acabando por dar uma certa elegância ao mesmo.

Eu olho para esta tendência a nível de óculos de sol e admito que é das minhas preferidas, quanto a este acessório indispensável, de 2020. Este ano, quanto a este acessório, as tendências diferem um pouco trazendo um leque de imensas opções para todos os gostos. Mas óculos de sol assim bem grandes ficam bem em toda a gente e associo (não sei porquê) gente fina, às celebridades, ao mundo da fama. No entanto, este modelo pode ser usado por todas nós. Ora vejam:

E vocês, gostam desta tendência?

 

(Imagens: Pinterest)

 

Lucifer - A Opinião

Depois de falar de La Casa de Papel, agora cabe-me a mim falar da última série que vi, Lucifer. Sim, verdade, continuamos a "maratonar" pelas séries da Netflix, a ver o que uma pessoa foi perdendo ao longo deste tempo.

Esta série foi me sugerida, entre outras, por vários amigos no Instagram quando pedi para me deixassem indicações de séries e surpreendeu-me pela positiva. Não estava com a fasquia muito elevada quanto a esta série, quando acabei a primeira temporada, ponderei desistir de vê-la mas, uma outra parte de mim tinha vontade de descobrir o que aconteceria com Lucifer e Chloe. E ainda bem que não desisti! Facilmente apeguei-me ás personagens e ao enredo.

  Lucifer : Poster

Sinopse:

Lúcifer (Tom Ellis), também conhecido como o Senhor do Inferno, se cansa da vida demoníaca que leva no subterrâneo e decide se mudar para Los Angeles. Lá, ele passa a ajudar a polícia local a cercar e punir malfeitores. *

Opinião:

Sinceramente acho que a série foi melhorando com o passar das temporadas, o que é interessante. Tem momentos de comédia, cenas um pouco mais tensas mas é muito bem conseguida. Para ver esta série, têm de deixar de parte a religião e manter a mente aberta. Não tem nada haver com a vida no inferno, obviamente que há referencias às históricas bíblicas para contextualizar a série mas esta série é muito mais que isso. A série tem como trama secundária resolução de crimes enquanto que a trama principal gira em torno de Lucifer, o diabo mais fofinho (e sem noção!!) da vida. Enquanto na primeira temporada Lucifer decide voltar a LA para tirar umas férias do inferno, na segunda temporada da série, um membro da família de Lucifer, a sua própria mãe, decide fugir do inferno e vir para Los Angeles. 

Já a terceira parte da série, ou terceira temporada se preferirem, Lucifer vê-se em busca de respostas quanto ao seu sequestro e o regresso de Cain, The sinnerman, a primeiro assassino da humanidade. E por fim, na quarta temporada, a profecia sobre Lucifer é revelada à detetive Chloe, em que quando Lucifer encontrar o seu primeiro amor, todo o mal será libertado e ainda é marcada pelo regresso de Eve. 

Fiquei intrigada com o final da quarta temporada, a forma como terminou foi tão... nem sei explicar sem fazer qualquer spoiler! Será que a Netflix pode publicar a quinta temporada ainda hoje? Lembrando que a quinta (e última, talvez!) temporada será composta por dois blocos de oito episódios cada, inicialmente prevista para maio deste ano mas adiada devido ao Coronavírus e está para breve. 

Adorei esta série e recomendo TANTO! 

 

O Diário da Quarentena #4

Trinta e nove dias fechada em casa, de quarentena, por opção própria já merece uma atualização neste diário de quarentena... 

Não mudou muita coisa desde o último diário quer dizer, tirando o facto de houver uma cerca sanitária em Câmara de Lobos desde as 00h do dia 19 deste mês, continuamos todos em casa. Sair só para o mais essencial possível para os meus pais pois para mim, não é, nem de perto uma opção.

Estes dias tem sido um misto de "não tenho nada para fazer" com um "vamos ver séries para descomprimir". Este mixed feelings tem-me deixado viciada e presa de tal forma às séries que nem sei bem como vou lidar sem a presença delas quando voltar à "normalidade". "Normalidade" essa que mais parece um bilhete da lotaria, toda a gente deseja ter mas tão longínquo de acontecer.

Agora também tenho aulas online, que coisa linda, diga-se de passagem, falar para o computador como se tivéssemos a falar para a pessoa, chego até a sentir saudades do ambiente escolar e de todas as rotinas. E o que eu mais adoro nesta modalidade de "aulas" é o facto dos professores fazerem perguntas como "perceberam?" e há um silêncio total, entre muitas outras situações de quem só quem passa, pode contar. 

E o medo de uma segunda vaga? A primeira nem passou mas já toda a gente pensa em abrir aos poucos certas atividade. Se esta primeira está a ser assim, pois os números são completamente escandalosos e só um cego ou um louco não consegue ver, imaginem uma segunda. O fim da humanidade!

Uma autêntica guerra sem armas por isso meus amigos, FIQUEM EM CASA!

 

 

 

Será que resultou? Esfoliante Caseiro com Óleo de Amêndoas Doces e Açúcar de Côco

Com tanto tempo livre e sem esfoliante em casa para a rotina de skincare, decidi improvisar e pesquisar sobre receitas de esfoliantes caseiros. E eis que vi uma receita que achei muito interessante, fácil, rápida e ainda por cima, tinha todos os ingredientes em casa.

Simplesmente apenas precisei de óleo de amêndoas doces, aquilo que praticamente toda a gente tem em casa, e açúcar, no meu caso utilizei açúcar de côco, porém também podem utilizar com açúcar mascavado. Juntei numa taça apenas uma colher de sobremesa de açúcar de côco com cinco tampas de óleo de amêndoas doces (quantidade equivalente a cinco colheres de sobremesa) e misturei até que todo o açúcar estivesse "ensopado" pelo óleo. Retirei pequenas quantidades e apliquei na pele fazendo movimentos circulares.

Para remover utilizei água de modo a retirar toda a mistura e depois, com um disco de algodão previamente molhado de modo a remover qualquer resíduo de açúcar do rosto.

Deve - se fazer esta esfoliação, com estes ingredientes uma vês por mês.

 

Resultou?

Bem, tenho uma mistura de opiniões para vos dar, na verdade, e seria hipocrisia da minha parte não vos fazer este tipo de recomendações. Daí criar uma lista de prós e contra quanto a esta experiência. 

Prós:

  • Esfolia bem.
  • Limpa em profundidade.
  • Hidrata profundamente a pele (parecendo seda ao toque). 
  • Deixa um glow mais saudável na pele.
  • O (pouco) acne que tinha "secou".
  • Acalma a irritação da pele.

Contras: 

  • Pessoas com pele mais sensível podem ficar com a pele ligeiramente vermelha depois da esfoliação; 
  • Para peles oleosas (e agora prenunciando na primeira pessoa!) depois da esfoliação podem sentir a pele tendencialmente mais oleosa isso deve-se ao óleo de amêndoa. E é nesta parte que eu fico um pouco de pé atrás porque, segundo as minhas pesquisas, o óleo de amêndoas doces estão indicadas para qualquer tipo de pele, no entanto, senti um pouco oleosa também, porém hidratada. 

 

Se voltaria a fazer esta experiência? Talvez. Mas só em caso SOS!

Agora sei...

Agora sei que tudo acontece por uma razão. Todas as voltas que a vida deu até chegar aqui fez-me perceber que tudo aquilo que passei, hoje faz sentido.

Agora sei que, mesmo nos momentos mais difíceis em que me questionei várias vezes o porquê do que estava a acontecer, foi um ponto de viragem na minha trajetória para me trazer até aqui. 

Agora sei que, independentemente de me sentir perdida, ter coragem de continuar mesmo sem saber bem ao certo no que vai dar leva-nos mais longe, para fora da nossa zona de conforto onde a vida nos coloca numa posição vulnerável para ver como (e se) iremos dar a volta por cima. Tal vulnerabilidade que se torna em força e coragem para atingir os objetivos com maior convicção. O que é certo é que muitos desistem e poucos são aqueles que resistem. 

Agora sei que ter uma vida planeada ao detalhe de nada vale pois num instante o imprevisto acontece e nos apanha de surpresa. São nesses momentos em que é necessário reerguer as armas e lutar contra aos obstáculos de forma estratégica, inteligente e resiliente de modo a resistir e não desistir à primeira dificuldade. 

Agora sei que, mesmo com um plano traçado de como viver a vida, é na ansiedade e na inquietude da alma, fora da nossa bolha onde se cresce mais. E se há algo que aprendi é que não vale a pena  fazer grandes planos mas sim criar pequenas metas e confiar no processo da vida. Pois o que for nosso, a nós nos pertence, a nós sempre vem, demore o tempo que demorar. 

Playlist | Workout Time

Com a malta em casa e o demasiado tempo disponível e cheio de nada para fazer, o exercício físico tem sido o aliado da maioria das famílias por todos os cantos do mundo. Cá, em Portugal, não sei se é uma desculpa para ter de ir para a rua ou se faz parte mesmo das rotinas das pessoas ou até mesmo se se trata da implementação desta resolução de ano novo. Fico muito confusa, confesso, uma vez que vejo pessoas que conheço e que não mexiam uma palha, tornaram-se uma espécie de "fitness influencer" e eu só penso que raios se passa na cabeça destas pessoas mas pronto... não querendo desencorajar ninguém, apenas me espanta estas coisas, de um momento para outro toda a gente como panquecas de aveia e faz exercício regularmente. Só espero mesmo que estes hábitos se mantenham mesmo depois da quarentena, quando isto tudo se acabar, quando tudo voltar à normalidade, quando sairmos deste Big Brother Especial Corona

Por isso mesmo, seja em casa ou na rua, todo a prática de exercício físico torna-se mais fácil com música, daí trazer a minha playlist de treino, aquela que me dá power para cumprir até ao fim a minha sessão de treino. E eu juro que com a playlist certa dá outra energia para treinar e foi assim que nasceu a Workout Time, da minha autoria, que está disponível no Spotify para todos vocês. 

São 8 horas e 58 minutos de música para garantir diversidade e muita energia nos vossos treinos. 

Espero que gostem e continuem motivados e ativos pela vossa saúde. 

La Casa de Papel - A Opinião

Uma das coisas que a quarentena me "obrigou" a fazer foi arranjar formas para me entreter. Uma dessas formas, foi, sem dúvida, ver filmes e séries entre as quais La Casa de Papel. 

Em menos de 5 dias devorei as quatro temporadas da série e tenho que dizer: QUE SÉRIE. Na altura que saiu, em 2017, eu não acompanhei a série. No início pensei que não fosse gostar pois, na verdade, ação e tiroteios não são bem o meu tipo de séries. Até que três anos mais tarde e com o desespero de não ter nada para fazer, pelo facto de estar confinada em casa devido ao COVID - 19, reconsiderei, vi o trailer no YouTube e pensei "porque não?". Então assisti

. Poster

Sinopse:

Em La Casa de Papel da Netflix, nove habilidosos ladrões (Nairóbi, Berlim, Tókyo, Rio, Helsinki, Oslo, Professor, Denver e Moscou) se trancam na Casa da Moeda da Espanha com o ambicioso plano de realizar o maior roubo da história. Para isso, a gangueprecisa lidar com as dezenas de pessoas que manteve como refém, além dos agentes da força de elite da polícia, que farão de tudo para que a investida dos criminosos fracasse. * 

 

Opinião: 

Toda a série me prendeu desde o primeiríssimo episódio. Cada elemento de cena é uma autêntica arte. Para ser sincera, a maioria das séries que eu vejo, com o passar das temporadas, começa a perder o interesse e eu acabo por deixá-las de parte por se tornarem desinteressantes e por perderem o contexto. Mas esta não! Quanto mais episódios via, mais vontade eu tinha de ver o que acontecia depois. É uma sério muito bem conseguida pelo facto de saber como prender e captar toda a atenção de quem a assiste. E cada personagem prende a atenção com características muito próprias desde a empatia com os reféns até às próprias respostas contra os ataques das autoridades. 

A meu ver das melhores séries que já assisti. 

 

E vocês, se fossem uma personagem em La Casa de Papel qual seriam?

 

*Sinopse retirada do site Adoro Cinema

 

 

 

Uma Páscoa diferente...

Este ano, devido ao Coronavírus, será uma Páscoa diferente. Em todos os sentidos. A reunião com familiares e amigos foi substituída pelo distanciamento social. A mesa cheia, a alegria das crianças a correr pela casa, é agora trocada por várias mesas e pelo silêncio. Será uma Páscoa que ainda me custa acreditar que vamos passar, uma Páscoa menos recheada de momentos  de cumplicidade, de menos abraços, menos pessoas presentes fisicamente. E em vez dessa mesma presença, vamos dar uso às tecnologias e fazer vídeochamadas. Por muito que custe esta distância, tempos de acreditar que bons momentos virão e que vamos voltar a abraçar, a nos reunir em breve mas para isso, é necessário o esforço de todos. 

Um esforço que muitos estamos a respeitar mas "muitos" não são o suficiente. "Muitos" é diferente de "TODOS" e mesmo que acham que estamos a retroceder no tempo, voltar aos dias antes de 25 de abril de 1974, aos dias que não haviam liberdade em Portugal, lembrem-se sempre que, desta vez, estamos TODOS juntos, no mesmo barco a remar contra a corrente, contra esta tempestade chamada de COVID-19. Estamos TODOS a lutar contra algo tão invisível e monstruosamente maior que nós por isso é necessário estes esforços, estes cuidados, este distanciamento, para que possamos sair TODOS JUNTOS disto, sem deixar mais ninguém pelo caminho. Depende essencialmente de nós.

E se é para ser uma Páscoa diferente, mais distante. Que seja!  Porque até distantes estamos JUNTOS. E muito em breve, recuperaremos todo o "tempo perdido" que na verdade, foi ganho, por continuarmos com saúde, por continuarmos vivos para poder abraçar uma outra vez quem mais amamos. Mesmo distantes, uma Páscoa abençoada! 

Depende de TODOS. Fiquem em casa!

Review | Essence Volume Stylist 18h Curl & Hold Mascara

Se há algo que mais suscita interesse sobre a minha maquilhagem é, sem dúvida, as minhas pestanas. Eu perco a conta de quantas vezes sou abordada seja por amigos ou familiares com questões do género "qual é o rímel que estás a usar?" ou "as tuas pestanas são mesmo verdadeiras?". Então, hoje vim contar o meu segredo, aquele que as pessoas têm mais curiosidade e no qual revelo centenas de vezes. Vamos falar das minhas pestaninhas. 

Então, para começar, não. Não uso pestanas falsas, nunca fiz extensões de pestanas até porque até acho que nasci com alguma sorte em ter umas pestanas grandes e que não precisam de tanto trabalho para ficarem pah! E segundo, o meu rímel, aquele que mais uso é o Volume Stylist 18h Curl & Hold da Essence. Esta marca tem cada produto melhor que o outro, já testei muitas máscaras deles antes, sempre que eles lançam uma nova máscara eu sempre arranjo forma de a experimentar mas, de todas, esta é, atualmente, a minha preferida.

IMG_1180.jpg

Esta máscara promete dar volume e curvatura às pestanas durante 18h, algo que eu pessoalmente gosto, uma vez que as minhas pestanas são longas mas não são curvadas (também não se pode ter tudo!). 

Então antes de aplicar, uso o meu curvex e depois aplico duas camadas da mesma, deixando secar o produto nas pestanas entre camadas. 

IMG_9615.jpg

A escoca é também meia curvada o que ajuda na aplicação do produto. 

O que achei? De facto é, sem sombra de dúvidas, a minha máscara preferida, já vou na minha terceira ou quarta embalagem, já perdi a conta até portanto acho que é um bom argumento e é sinal que gostei. A embalagem é um mimo, o tubo rose gold e um aplicador com uma textura irregular é bonito. Adoro o aplicador, sobretudo. E a melhor parte, é que quanto mais seco o produto fica, mais bonito torna-se o efeito nas pestanas e a própria fórmula torna-se melhor. Quanto ao tempo, sinceramente, eu aplico logo pela manhã e só retiro ele à noite antes do banho e devo confessar que as pestanas continuam lindas e perfeitas. Outro ponto positivo que eu noto é que ele é resistente à água, mesmo sem ser à prova de água. O porquê de eu dizer isto é o facto de eu ter um olho um pouco sensível à luz solar/claridade e de vez enquanto começo a lacrimejar e mesmo assim, o produto não se derrete com tanta facilidade. Nem quando mesmo vou ao ginásio. Entro e saio de lá, com as minhas pestanas perfeitas. 

Ele custa por volta de 3 a 4€ e por ser baratinho (outro ponto positivo), a qualidade é extraordinária. 

Podem encontrá-lo nas lojas Well's. 

E vocês, qual é o vosso rímel preferido do momento?

 

 

  

Os lugares por onde viajei...

Já que não se pode sair de casa, já que é impossível programar uma viagem para qualquer parte do planeta sem constituir qualquer perigo de contrair o "nosso querido" coronavírus, ainda se pode falar de viagens. 

Por isso, vim recordar convosco os lugares por onde já viajei e me perdi. 

Porto Santo

As viagens entre ilhas Madeira-Porto Santo foi sempre uma opção para as férias de verão e/ou Páscoa desde que me lembro. Desde bebé, os meus pais planeavam viagens ora com amigos, ora com familiares ao Porto Santo principalmente por ser uma viagem feita por via marítima (embora também exista ligação aérea entre as ilhas), em duas horas estávamos lá e podíamos levar o carro e tudo. Sobretudo no verão, o Porto Santo é um destino incrível para quem adora praia pois contem quilómetros e quilómetros de areal. Nos últimos anos que lá estive, não gostei! Epá, não tive sorte com o tempo. E no Porto Santo com chuva, não há muito que se faça, é só a minha opinião.

A incrível praia do Porto Santo — e mais 10 motivos para visitar a ...

 

Algarve

Tinha apenas 5 anos quando lá fui mas ainda sinto que foi ontem. Adorei o Algarve e tudo o que vi. Percorremos o Algarve todo, de uma ponta a outra, de carro. Fomos ao Zoomarine, percorremos todos os areais, foi incrível. Tudo isto em 15 dias.

Hotéis em Portugal | Tivoli Hotels & Resorts | Oferta 10% de Desconto

 

Évora

Este lugar descobri no verão do ano passado e rendi-me. Definitivamente o meu coração ficou algures na Praça do Giraldo numa esplanada a beber café com o sol a bater ou então está ao pé do Templo Romano iluminado pelas luzes coloridas no cair da noite. Visitamos tudo, desde museus à Universidade, fomos ao shopping inclusive e eu adorei cada lugar. Tão tranquilo e seguro. Eu não sou de andar com o telemóvel na mão aqui na Madeira, mas lá, porque no começo uma pessoa precisa de GPS, era tranquilo. Já para nem falar das pessoas, tão simpáticas e acolhedoras que até me senti em casa! Quero tanto voltar.

Hoteleiros de Évora contra aplicação de taxa turística no concelho

 

Coimbra

Já fui a Coimbra umas três vezes, da última vez que lá estive foi em outubro do ano passado para um casamento. Coimbra também ganhou grande parte do meu coração. Sinto que conheço tão bem aquela cidade mesmo sem viver lá. Pessoal de Coimbra, mandem-me lá um leitão do Rui dos Leitões e um Leite Creme d' O Telheiro. Cidade linda!

Coimbra: a cidade dos tesouros literários - Viajar pelo Mundo

 

Gran Canaria

Para fora de Portugal, só fomos para Canárias. Sempre preferimos destinos portugueses pois há tanta coisa linda para visitar em Portugal. Mas, para variar, fui a Canárias. A minha primeira viagem depois de ser diabética tinha que ser fora do meu país. E não foi assim tão mau. Tanto que já viajei tanto desde então. A minha praia preferida foi, sem dúvida, a Anfi Del Mar, o mar é calmo, parece mesmo um paraíso.

Anfi del Mar - Gran Canaria - Praias para crianças

 

E pronto, foram estes os lugares que já visitei.

Já visitaram alguns destes sítios? Qual ou quais foram os vossos favoritos?

 

 

 

 

 

Pág. 1/2

A autora

foto do autor

Translate

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D