Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Conversas e Café

Filmes para ver nesta quarentena

O tema quarentena e Covid-19 é inevitável, por mais que tente pensar em maneiras para o contornar, é quase impossível. No entanto, hoje trouxe mais sugestões de filmes para ver nesta quarentena. Talvez já tenham visto alguns deles mas, mesmo assim, deixei aqui alguns filmes que já vi e que recomendo vivamente a verem também. 

Por isso aqui vai. 

 

Just Mercy

Just Mercy (2019) - IMDb

"Em Luta por Justiça, Bryan Stevenson (Michael B. Jordan) é um advogado recém-formado em Harvard que abre mão de uma carreira lucrativa em escritórios renomados da costa leste americana para se mudar para o Alabama e se dedicar a prisioneiros condenados à morte que jamais receberam assistência legal justa. Ao chegar lá, Bryan se depara com o caso de Walter McMillian (Jamie Foxx), um homem negro falsamente acusado de um assassinato, mas que nunca teve uma defesa apropriada por conta do preconceito racial na região." * 

Opinião: Sendo este filme baseado em histórias verídicas onde o racismo e a descriminação estão bem presentes, tenho que aplaudir aos produtores e aos atores pelo excelente trabalho. É um filme um pouco intenso mas, ao mesmo tempo, todo o desenrolar do enredo prende a atenção. E ver o Michael B Jordan a representar esta personagem é incrível. É um filme que nos faz viver cada minuto profundamente porém, não deixa de ser um ótimo filme para assistir nesta quarentena.

Jexi

Jexi: Um Celular Sem Filtro - Filme 2019 - AdoroCinema

" Phil (Adam Devine) é um rapaz que não tem amigos e sua vida amorosa é inexistente. Ele se depara com os serviços de inteligência artifical de Jexi (Rose Byrne) quando é forçado a atualizar seu telefone. Com Jexi, ele tem companhia e orientação em tudo o que faz. Porém, quando o rapaz perde gradativamente a dependência em usar o celular, Jexi se transforma em um pesadelo ao tentar trazê-lo de volta para ela, mesmo que isso signifique arruinar suas chances de obter sucesso na vida." *

Opinião: Se vocês precisam de rir um pouco, este é o filme certo. Porque primeiro temos Adam Devine como protagonista do enredo e depois porque a Jexi, algo parecido como a Siri ou a Alexa, faz-lhe a vida no inferno. Já vi este filme a algum tempo mas garanto-vos que vale a pena cada segundo do filme. No final do filme, dei por mim a chorar de tanto rir e com a zona abdominal dolorida das inúmeras gargalhadas que dei. 

Contagion

Contágio: Amazon.com.br: DVD e Blu-ray

"Contágio segue o rápido progresso de um vírus letal, transmissível pelo ar, que mata em poucos dias. Como a epidemia se espalha rapidamente, a comunidade médica mundial inicia uma corrida para encontrar a cura e controlar o pânico que se espalha mais rápido do que o próprio vírus. Ao mesmo tempo, pessoas comuns lutam para sobreviver em uma sociedade que está desmoronando." *

Opinião: Este filme foi-me indicado por um familiar meu durante uma videoconferência, agora em período de quarentena, e dá muito que pensar. Com muitas semelhanças com a situação que estamos a viver atualmente, é muita coincidência não acham? Vejam só o trailer acima e digam-me se também não se arrepiaram com o desenrolar dos acontecimentos. Entretanto, já vi o filme (que saiu em 2011) e adorei. Mais um filme intenso mas que dá para refletir bem sobre a situação. Não estou a insinuar absolutamente nada, retirem as vossas próprias conclusões. 

Can You Keep a Secret?

Can You Keep a Secret? - Filme 2018 - AdoroCinema

"Emma Corrigan (Alexandra Daddario) é uma mulher cheia de segredos e acaba contando todos eles para um estranho, durante uma viagem turbulenta de avião, com medo de morrer. O que a protagonista não esperava era que tal homem — com conhecimento sobre todos os detalhes humilhantes sobre ela — seria Jack Harper (Tyler Hoechlin), o novo presidente da empresa onde trabalha." * 

Opinião: Esta comédia romântica é incrível. Eu quando vi isto, ri bastante. É mais um filme bem leve para assistir nesta quarentena. Pela descrição e pelo trailer vocês conseguem imaginar o quão embaraçoso será quando ela descobrir que confessou tudo aquilo ao seu "patrão". Como será depois? Meu Deus! Vale a pena ver este filme, sem dúvida. 

All The Bright Places

Por Lugares Incríveis - Filme 2020 - AdoroCinema

"Violet Markey (Elle Fanning) e Theodore Finch (Justice Smith) têm suas vidas transformadas para sempre quando se conhecem. Juntos, eles se apoiam para curar os estigmas emocionais e físicos que adquiriram no passado." *

Opinião: Este é aquele filme que toda a gente precisa de ver. É talvez dos filmes mais lindos que já vi em toda a minha vida e se vocês acham que por ser um romance será clichê, provavelmente, muito provavelmente, são capazes de se surpreenderem. Este filme é... nem sei explicar bem sem vos dar spoiler por isso descobrem por vocês mesmos. Mas lembrem-se que nem tudo é o que parece! E vão precisar de lenços, muitos lenços mas isso também não será problema visto que esgotaram o papel higiénico no supermercado.

 

E estas são as minhas sugestões, quis deixar-vos diferentes filmes, fugir àquilo que toda a gente está a ver ou já viu recentemente mas estes também não deixam de ser ótimos filmes, uns mais intensos do que outros porém, todos muito agradáveis e que prendem a nossa atenção. 

E vocês o que andam a ver? Já viram alguns destes que vos sugeri? 

Contem-me tudo! 

 

*sinopse do site adorocinema.com

 

O Diário da Quarentena #3

Já nem sei a quantas ando, não sei qual é o dia do mês em que estamos nem se é domingo ou segunda mas, uma coisa é certa o relógio aumentou uma hora e a minha felicidade de passar menos uma hora de quarentena entre quatro paredes é grave. 

Há onze dias escrevi o meu diário da quarente e desde então não há muito mais acrescentar se não a minha frustração quanto à estagnação da minha vida pessoal e académica. Sou uma pessoa que gosta de muito de certezas, gosto de garantias, gosto de saber com o que posso contar para preparar-me mentalmente de acordo com as circunstâncias para evitar uma crise de ansiedade e o que está a acontecer, neste momento, é tudo menos certezas. Eu sei que estamos todos no mesmo barco, sei que não posso exigir respostas pois nesta situação não há muitas respostas que me possam dar. Mas é frustrante... então quando se prevê mais dois ou três meses confinada dentro do mesmo espaço isto mais parece o Big Brother ou A Casa dos Segredos que até já tentei contactar à TVI para dizer que eu não concordei de todo com estas medidas. 

No entanto seguimos fortes nesta quarentena.. quer dizer, eu sigo forte porque os meus pais, a cada dia que passa, estão mais insuportáveis. #SendHelp

E muito embora a maior parte dos meus dias sejam um frenesim de abrir o Instagram, fechar o Instagram, abrir o TikTok (sim também entrei na onda e nunca pensei gostar tanto!!) e fechar o TikTok, também tenho tido tempo para ler (e ai que saudades que eu tinha!!) e me exercitar. Mas, me aborreço! Já vi todos os filmes mais românticos na televisão, já fiz mil e quinhentas videochamadas com a família mas p*rra!! Não é a mesma coisa, falta o abraço, o aconchego, as gargalhadas.. Falta tudo! Mas só assim é que damos o valor ao que realmente importa. 

Quando isto tudo acabar, e espero que seja bem em breve, vou a correr para o meu psicólogo porque há muita coisa para assimilar.. Mas por mais frustrações esta quarentena nos possa oferecer, por mais aborrecidos que estejamos, vamos desafiar a nós mesmos e vamos permanecer em casa é para o nosso bem e só depende de nós, os resultados deste gesto, não são visíveis nos números de agora, nem nos hoje ou amanhã mas sim daqui a 15 dias, o tempo médio que o vírus se "instala" no organismo. 

Por isso, apelo uma vez mais, FIQUEM EM CASA!

 

Album Review | Colores by J Balvin

Desde uns dois anos para cá que comecei a ouvir mais música latina e hoje posso admitir que o meu género de música preferido é Reggeaton, este estilo mais latino, leve, caliente. Recentemente um dos meus artistas preferidos lançou o seu álbum Colores. Estou a falar de J Balvin, claro que sim. 

E hoje vim fazer a review deste álbum que estou muito viciada. Querem saber o porquê? Eu vou explicar tudo, prometo dar o meu melhor.

J BALVIN LANÇA O ÁLBUM "COLORES" E APRESENTA SEU NOVO VÍDEO ...

Primeiramente, analisemos a capa. Cheia de flores, cheia de cores. O título do álbum interligam-se com os títulos das suas canções, portanto, todas as suas canções têm como título uma cor, em espanhol, obviamente. 

Quanto ao "conteúdo" é simplesmente incrível. Para mim um dos melhores álbuns do J Balvin. As músicas têm uma vibe bem latina, embora as letras tenham referência muito romântica, que é a assinatura deste artista, tem um ritmo irresistível que trás alegria ao coração. 

J Balvin admitiu que queria que este álbum transmitisse alegria pois a música é um modo de celebrar a vida e, na minha opinião, atingiu tão bem este objetivo e depois este é daqueles álbuns que vocês podem ouvir vezes e vezes sem conta que não se cansam e que as músicas ficam coladas na cabeça ou pelo ritmo, ou pelas letras em si. 

Para animar a quarentena, aqui têm o álbum ideal. 

Colores contem 10 canções com ritmos incríveis e que contam com a colaboração de Sky Rompiendo em Verde e de Mr Eazi em Arcoíris. 

Quanto às minhas preferidas, é difícil escolher. Mas, sem dúvida, as que mais gostei foram: 

  • Rojo
  • Morado
  • Arcoíris
  • Rosa
  • Gris

Para concluir, eu estou apaixonada por este álbum, socorro! Só hoje dei por mim a ouvir umas três vezes sem exagero. E a melhor parte é que já está disponível em todas as plataformas digitais mas também em versão CD. 

Vocês já ouviram? Qual é a vossa preferida?

TAG | Personagem Preferida

Hoje decidi trazer algo diferente aqui no blog. Fui nomeada pela Catarina, autora do blog As Quatro Estações das Adolescentes, a responder esta TAG sobre personagens preferidas, elas podem ser de livros, sérios ou filmes, e achei interessante responder.

Não é segredo para ninguém o quanto eu gosto de assistir filmes e séries e a minha paixão pela leitura também que até chega a ser difícil decidir qual é aquela personagem que eu prefiro pois eu identifico-me com imensas. Mas, após alguns dias de reflexão, finalmente cheguei a uma conclusão. Assim sendo, vamos lá ver o que eu respondi. 

1. Personagem Preferida? 

 Resultado de imagem para dra lauren bloom new amsterdam

Drª Lauren Bloom 

 

2. Livro/ série/ filme em que aparece. 

A minha personagem preferida faz parte do elenco de uma das minhas séries preferidas, New Amsterdam. É interpretada pela atriz Janet Montgomery que também entrou no filme Um Espaço Entre Nós, onde interpretou a personagem Sarah Elliot, entre outros filmes. 

3. Características que a definem. 

Nesta série, Lauren Bloom é médica das urgências no hospital New Amsterdam. Ela é muito inteligente, humana, lutadora, curiosa, perspicaz e um pouco problemática, sem querer dar muito spoiler, o passado dela envolve consumo de drogas para aguentar os extensos turnos nas urgências do hospital. 

4. Características que mais gostas nela/nele? 

O facto das drogas, ela ter a consciência que o faz e o facto de querer parar de as tomar é algo que a torna numa personagem ainda mais interessante, no meu ponto de vista. Pois não quer ser igual à sua mãe que abusava, também, em altas dosagens de drogas e começou a perder a noção de como tratava Lauren. Pelo que Lauren, decidiu deixar de recorrer a esses comprimidos, lutando nesta enorme batalha contra a sua mente e a necessidade delas no seu organismo sozinha. Uma outra característica eu gosto e que me prende a esta personagem é o facto de ela ser um doce e dar sempre o seu melhor em tudo aquilo que faz, especialmente no seu trabalho. 

5. Quando é que percebeste que era a tua personagem preferida (uma cena marcante...)

Desde o início da série que me identifiquei genuinamente com ela, no início de tudo, ninguém deve ter se apercebido do facto que ela dependia de medicamentos, mas gostei da forma como se ela impunha no trabalho e a forma tão perspicaz com que efectuava o diagnóstico dos pacientes. 

6. A foto preferida dela/dele? Resultado de imagem para lauren bloom new amsterdam

Spoiler Alert: Eles tiveram, no início da série, uma "relação". Eu sou tão fã deste casalzinho,

no entanto, na segunda temporada ele fica noivo da Evie, uma outra personagem, interpretada 

por Margot Bingham. Contudo, decidem ficar amigos. Mas a meu ver, acho que ainda a história 

vai mudar e o Dr Floyd Reynolds vai se arrepender de não estar com a Drª Lauren Bloom. 

(só estou a aguardar essa parte!) 

 

7. A tua cena preferida onde aparece a/o personagem. 

É muito difícil escolher apenas uma mas adorei a cena em que Drª Bloom fez as pazes com a sua melhor amiga Drª Sharpe, que também trabalha no hospital, após esta ter descoberto e denunciado o consumo excessivos de medicamentos ao diretor clínico do hospital, Dr. Max Goodwin. Esta cena fez-me chorar. 

8. A cena em que aparece que tu menos gostastes. 

A cena em que ela se "apaixona" por um colega do hospital, que é o seu fisioterapeuta. Achei que eles não tinham química. Não sei se era por gostar de vê-la com o Dr. Reynolds. Para mim, aquilo não fez sentido e fui muito precipitado e sem nexo. 

9. Qual é a relação dela/dele com outros personagens?

Todos que trabalham com ela, gostam muito do seu trabalho e pedem sempre uma opinião sobre o diagnóstico do paciente. Há uma entreajuda e um trabalho de equipa e cooperação entre todos eles. A questão com o Dr. Reynolds, eles tornaram-se grandes amigos depois de tudo e são muito amorosos um com o outro, mesmo que inconscientemente. 

10. Com quem gostavas de ver a tua personagem? (ship/OTP)

Com o Dr. Reynolds. Por favor, quero o Reynolds e a Lauren juntos nas próximas temporadas, ok?!

11. Frase preferida do personagem.

Que eu me tenha dado de conta, a Lauren não tem uma frase específica que a define. No entanto, no decorrer dos episódios ela diz algumas coisas que nos faz refletir. 

 

E assim chegamos ao fim desta TAG. Não vou nomear ninguém em concreto mas quero que ver as vossas respostas nos vossos blogs ou até mesmo nos comentários. Desta forma, convido todos a responderem. E diverti-me tanto a responder para vocês. Todas as quintas - feiras, às 22:30h sai um novo episódio de New Amsterdam na Fox Life, por isso vejam pois vale muito a pena. 

 

Receita | Bolo de Laranja Fit

Seguimos fortes em isolamento profilático e quando digo "seguimos" refiro-me a mim (que estou desde dia 13 de março em casa) e aos meus pais que foram "obrigados" a parar a sua atividade profissional desde que foi implementado o estado de emergência aqui em Portugal. 

Mas não vim falar sobre isso, não agora! Vim sim sugerir-vos uma nova receita de um bolo de laranja que eu e a minha mãe criamos para adoçar um pouco mais a nossa quarentena e tenho que vos avisar que este vocês podem comer sem culpas, adaptamos tudo para ficar o mais saudável e fit possível. Por isso, acho que é uma boa sugestão. 

IMG_1437.JPG

Ingredientes: 

  • 1/2 chávena de farinha de côco
  • 1 chávena de flocos de aveia
  • 1/2 chávena de açúcar de côco
  • 1 pitada de canela
  • 6 ovos
  • 1 chávena de sumo de laranja
  • raspas de casca de uma laranja
  • 1/2 chávena de bebida vegetal
  • 1/2 colher de sopa de fermento

Modo de fazer : 

  • Juntar todos os ingredientes numa liquidificadora e bater até ficar uma massa homogénia.
  • Preparar a forma com óleo de coco e papel vegetal.
  • Colocar a massa e levar ao forno, previamente pré-aquecido, a 180ºC durante 45 minutos, aproximadamente. 

 

Tenho que dizer que fica maravilhoso, não extremamente doce mas com aquele gosto a laranja tão bom. E é uma boa opção para toda a família neste período mais delicado.

Vão experimentar? 

Como lavar os pincéis de maquilhagem?

Agora que está tudo de quarentena graças a esta pandemia, não há desculpas para não higienizar os pincéis de maquilhagem. É muito importante manter os pincéis limpos não só para uma melhor performance na maquilhagem mas também por questões óbvias de higiene por isso é recomendado manter os pincéis limpos com frequência até porque as bactérias acumulam-se nas cerdas bem como os produtos que com eles aplicamos. Desta forma, recomenda-se a limpeza dos mesmos mensalmente para uso pessoal, caso seja para uso "profissional" como exemplo para os maquilhadores, recomenda-se a lavagem diária dos pincéis.

Mas como será que se deve lavá-los? Vou deixar-vos aqui como é que costumo fazer que é, efetivamente, a forma correta para o fazer. Mas vejam só o antes do "banho".

IMG_9849.JPG

Admito que estavam já um pouco sujinhos e então aproveitei as horas de tédio para o fazer. Não é algo que pessoalmente gosto pois perde-se muito tempo mas é algo que, depois de feito, dá uma sensação incrível de bem estar e de relaxamento. 

Primeiramente, vão precisar de um shampoo, eu usei o da Jonhson's por ele ser bem suave para com as cerdas e ter um cheiro que pessoalmente gosto tanto. Depois é só deitar uma pequena porção de sabão na nossa mão e pegar no pincel fazendo movimentos circulatórios e passar por água, repitam este processo até vocês verem que a água tornar-se incolor, assim conseguem perceber que já não há qualquer resíduo de pigmento/produto nos vossos pincéis. 

De seguida, numa superfície plana como uma mesa, coloquem numa folha de papel de cozinha, os vossos pincéis, tendo especial com as cerdas, tentado manter sempre o formato normal do pincel. Após de todos limpos, coloquem-nos numa janela ou na varanda, a secar. Eu deixei a tarde inteira a secar. 

Por último, assim que estiverem secos, podem guardar nos devidos lugares. 

Fica aqui o resultado depois do digno "banho". 

IMG_8319.JPG

AGORA SIM! 

Quanto às Beauty Blenders, usei uma técnica de limpeza que testei anteriormente e que facilita a vida. 

Espero que tenham gostado e que tenha sido útil. 

Até ao próximo post. 

 

O Diário da Quarentena: Dia 6

E ao sexto dia de quarente, dia 18 de março, foi decretado pela primeira vez estado de emergência por Marcelo Rebelo de Sousa após todo o parlamento aprovar esta decisão. Bem, é triste ver a que ponto as coisas chegaram, poder assistir a este tipo de situação sair do controlo e não puder fazer nada, não puder salvar vidas. Ontem, morreu a segunda pessoa com COVID-19, apareceu mais dois casos na Madeira, subido assim para três o número de infetados e ainda apareceu os dois primeiros casos no Alentejo, mais especificamente em Évora. E também ontem, por outro lado, mais uma pessoa recebeu alta por estar curada deste mal que é o Coronavírus. 

Olho para tudo isto com uma certa tristeza, agonia e distanciamento. Custa-me ir à varanda ou olhar pela minha janela para a rua e não ver ninguém. É como se morasse no meio deserto ou de uma floresta. Nas varandas já se vê lençóis velhos brancos com arco-íris pintado apelando à mensagem de que dias melhores virão, não sabemos quando, mas os dias melhores sempre veem, não há tempestade que dure para sempre. "Atravessamos tempos difíceis" disse o nosso presidente, Marcelo Rebelo de Sousa, e disse muito bem, pois são tempos de maiores restrições, de maiores cuidados, de alguma ansiedade também mas se há coisa que nunca devemos deixar de ter é esperança. Como diz o povo "a esperança é a última a morrer" e são em momentos como estes que não pudemos deixar de acreditar, por mais difícil que pareça, que a vida há de dar um jeito, que o universo irá se ajustar e que tudo vai dar certo, aos poucos. 

É triste, mas ao longo da nossa história, já passamos por muitas tempestades e mesmo assim todas essas adversidades não deixaram de construir as pessoas que somos hoje. 

Após este pequeno, grande desabafo, deixo-vos um ponto de situação sobre o meu sexto dia, entre muita leitura e séries, tive tempo para me dedicar aos estudos, fazer exercício físico, ouvir os vizinhos de baixo aos berros todo o santo dia porque não sabem comportar-se como pessoas civilizadas, e também tive tempo para ficar viciada numa série, Love Is Blind e deitar rios e rios de lágrimas por conta dela. 

E assim se segue forte mesmo em quarentena voluntária, lava-se muito bem as mãos, medir a temperatura, enfim.. nível de sanidade mental: 85%, uma pessoa aguenta! 

O Diário da Quarentena #1

Malta, cinco dias de quarentena e eu já me sinto um exemplo para todos os portugueses e todos os turistas que adoram ir contras as regras e desafiar o coronavírus pois, na verdade, só acontece aos outros, segundo consta. 

Mas sendo eu uma pessoa responsável e civilizada, aqui vai um resumo alargado dos meus primeiros cinco dias em quarente ou isolamento profilático, se assim preferirem por isso contem com este assunto durante alguns tempos com muita ironia e humor (eu prometo esforçar-me para vos por a rir com a nossa desgraça!). 

Dia 1 

Sexta feira, dia 13, já vos disse que não gosto nada do número 13?? Adiante, 12h em ponto quando decidi cancelar a minha agenda na parte da tarde e isolar-me do mundo e da sociedade em geral. Já há muito tempo que a decisão de andar com desinfetante na bolsa tinha sido implementada mas a partir do momento em que os casos começaram a disparar em Portugal, as coisas mudaram de figura! No dia anterior, o Governo Regional fez um comunicado com a implementação de novas medidas, como por exemplo o encerramento de escolas, ginásios, a partir de segunda feira mas eu, tendo folga na sexta, comecei em isolamento nesse mesmo dia. 

Portanto, o resto do dia foi passado muito tranquilamente. 

 

Dia 2 

Sábado, dia 14. Não apareci no ginásio. Os alarmes soaram, permaneci em casa, instalei uma app para me manter ativa, Nike Training Club, e fiz dois treinos, um de manhã com a app e outro à tarde com um direto no Instagram. Escrevi post por cá e tentei sempre manter-me o mais ativa que consegui. E aplausos a todos os profissionais de saúde à janela por volta das 22h.

 

Dia 3 

Domingo, dia 15. Não se fez muito senão estar sempre atenta às notícias à espera de novas ordens (e sentir mais uns abananços logo pela manhã - sim deu mais um sismo mas desta vez nem senti, este foi de magnitude 3.8). Inclusive que o Governo Central Português fechasse as fronteiras e desse ordem para o encerramento do Aeroporto da Madeira no qual o Governo Regional já tinha feito esse pedido, no qual o Governo de Costa ignorou. E os números da pandemia voltaram a subir. 

 

Dia 4

Segunda feira, dia 16. Uma vez mais ignorados (com êxito!!) por parte do Governo de António Costa quanto ao pedido de encerramento do Aeroporto da Madeira. Registo da primeira morte de COVID - 19 em Portugal. Fecho de fronteiras com Espanha fazendo feito apenas o controlo em 9 fronteiras que ainda continuem abertas. E mais uma vez, aplausos para o Governo de António Costa pela excelente medida. E ainda o encerramento de bares às 21h. 

A parte boa deste quarto dia é que li uns quatro capítulos de um romance de Nicholas Sparks e fiz exercício físico com a minha app, um treino de abdominais inspirado nos treinos de Cristiano Ronaldo e, macacos que me mordam! Não trabalhou só a zona abdominal mas como tudo, uau! 

 

Dia 5

Hoje, terça feira, dia 17. O dia ainda vai a meio mas já deu para o Senhor Presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, confirmar o primeiro caso de coronavírus na Madeira. Trata-se de uma turista (isto porque eles não sabem ficar quietos sentados com o rabo no quarto de hotel e porque os madeirenses estão mesmo a respeitar, que povo lindo, obrigada!) holandesa que já andou pelo Funchal todo, visitando vários museus e contaminando espaços públicos e sabe-se lá com quem lidou! 

Pergunta: Alguém sabe onde se compras passagens de ida para Marte?

Eu sigo forte, em casa, a cumprir ordens, bombardeada constantemente pelas notícias que aparecem nos mais diversos canais portugueses, mas o que interessa, para manter a minha sanidade mental, que também é importante, comecei a limpar a casa, a dar trezentos e cinquenta e cinco espirros por causa do pó, mesmo que em mínima quantidade uma pessoa com sinusite, não é imune aos espirros, a medir a temperatura como eles recomendaram, a ler mais uns capítulos do meu romance enquanto aguardo ansiosamente pelo direto do meu ginásio pelas 19h30 para fazer-mos um treino todos juntos. Que coisa linda! 

E embora eu já tenha dito "f*ck" em todas as frases relacionada com o assunto coronavírus, sigo forte nesta quarentena. 

Até ao próximo diário. 

#FiquemEmCasa  #StayAtFuckingHome #StaySafe

Como manter a sanidade mental nestes dias de quarentena?

O que é certo é que já se passaram três dias desde que o Governo Português apelou ao Isolamento Profilático/Voluntário ou Quarentena, como quiserem chamar, como medida de prevenção ao COVID - 19. Nunca pensei ser mais uma pessoa neste mundo a abordar este tema no qual já somos tão bombardeados diariamente mas a questão que me tenho mais me dado de conta à minha volta é o facto de que isolados em casa, toda a gente vai dar em maluquinho. 

Estou em isolamento desde sexta pelas 12h e não tenho sentido muita falta das rotinas (sem ser o ginásio e de mais algumas atividades) eu sou daquelas pessoas que adora estar em casa, tanto que para mim, esta época de quarentena é algo como "férias" para a minha pessoa uma vez que nem nas férias sou de sair tanto contrariamente à maioria das pessoas. Daí fazer-me um pouco de confusão quando sou confrontada com o facto das pessoas acharem que vão acabar malucos no fim deste período de maior contenção.

Mesmo assim, e sendo eu uma pessoa que gosta tanto de estar em casa, vim dar-vos algumas sugestões de como vos ajudar a manter a vossa sanidade mental durante estes dias e, consequentemente, aprender a gostar de ficar em casa, quem sabe!

 

  • Meditar - mais uma vez refiro por aqui o quanto a meditação é importante e fundamental, sobretudo neste período de isolamento, para tentar equilibrar todas as nossas emoções que acabarão, dia menos dia, por surgir. Emoções tal como a ansiedade, a frustração, o nervosismo, o aborrecimento, entre muitas outras, acabarão por surgir inevitavelmente. Faz parte pois são muitos dias confinados no mesmo espaço, vinte e quatro sobre vinte e quatro horas, mas há muitas ideias para criar atividades de lazer sobretudo para quem tem crianças pequenas que irão fazer com que o tempo passe mais rápido. Mas meditar é algo para incluir nos planos.

 

  • Manter a informação BEM atualizada - Saber filtrar a informação que lemos, ouvimos e recebemos é muito importante essencialmente quando se trata de informação relacionada com o COVID - 19. Pois nem todas as notícias que circulam pelos meios de comunicação e pela Internet são verdadeiras. As chamadas fake news vieram para ficar e são algo que pode ser prejudicial nesta fase que o nosso país e o mundo atravessam. Por isso esqueçam os áudios de WhatsApp que viralizam pela Internet, esqueçam os números que são apresentados online e foquem-se simplesmente naquilo que é credível, nas informações e recomendações dadas pela DGS (Direção Geral de Saúde) e pela OMS (Organização Mundial de Saúde), essas informações são atualizadas em direto, diariamente pelos telejornais dos principais canais portugueses e essas são as fontes oficiais que devemos manter-nos informados. Não se desinformem. Filtram bem toda a informação e avirguem se são factos credíveis e fiáveis e se são objetos de informação ou de desinformação. 

 

  • Manter a calma e seguir todas as recomendações - Face aos acontecimentos e a todo o desencadear da situação é importante manter-se calmo e pensar positivo. Lembrem-se que quanto mais cedo começarem a seguir a instrução de ficar em casa longe de grandes aglomerados de pessoas, quanto mais cedo lavarem as mãos com mais frequência e desinfetar objetos e espaços que utiliza com maior frequência, mais cedo este "pesadelo" termina. Por isso não entrem em pânico e vão desalmadamente correr aos supermercados encher a despensa com enlatados e papel higiénico sem qualquer necessidade, pensando somente em si e não nos outros. Parem, respirem, reflitam. 

 

  • Manter contacto virtual com amigos e familiares - Com a ajuda de diversas plataformas que permitem fazer videoconferência, como o Skype, FaceTime, Messenger, WhatsAppInstagram, etc., porque não manter-se longe mas perto das pessoas que mais gosta, dar umas gargalhadas e trocar algumas ideias e opiniões sobre esta nova experiência de ficar em isolamento? A comunicação é fundamental para a vida do ser humano e não é o facto de estarmos em casa que não podemos manter contacto com os outros uma vez que não vivemos no tempo da pedra que era necessário recorrer a sinais de fumo para se comunicar. As novas tecnologias ajudam!

 

  • Fazer exercício físico - Três dias de quarentena, 5 treinos feitos. Não é o facto do ginásio estar fechado que impeça de trabalhar o corpo, aliás, há imensas apps de fitness que vos ajuda atingir objetivos, no último post sobre este assunto falei-vos da que eu estou a usar, e se a desculpa é a falta de armazenamento, há imensas pessoas do mundo do fit que todos os dias fazem lives no Instagram com um serie de exercícios para vos ajudar a por em movimento nestes dias de quarentena. Exemplo disso, o @ptpauloteixeira e a namorada @helenacoelhooo estão a fazer nas suas contas pessoais do Instagram alternadamente pelas 19:30h. Mas há muitos outros. 

 

  • Manter-se ocupado - Ser produtivo nestes dias é a melhor coisa que pode fazer durante estes dias. Dei imensas sugestões neste post mas estou a lembrar-me de muitas outras como começar a por em prática algum trabalho ou apresentação, ou estudar para os testes e frequências que foram adiadas. O que for.. manter a mente ocupada, elaborar uma lista de tarefas com algumas coisas para fazer é muito importante pois as horas passaram mais depressa e será mesmo torturador ficar em casa (para quem não gosta!).

 

Depois disto, quero apelar para que FIQUEM EM CASA. Lavem as mãos constantemente. Mas sobretudo FIQUEM EM CASA, tomem consciência. Eu sei que para muitos pode ser uma tortura mas neste momento a nossa saúde depende disso. Obviamente que há profissões em que não posso apelar para tal mas quem puder, por favor que fique. O dinheiro, neste momento, não é nada se não houver saúde. Saiam somente quando for URGENTE. Mas não se coloquem em risco pois estamos a atravessar uma situação delicada, há que ter esperança que dias melhores irão chegar mas por favor, isto NÃO É BRINCADEIRA! A AMEAÇA É REAL! NÃO VALE A PENA COLOCAR-SE EM RISCO, NÃO SÓ VOCÊS MAS TAMBÉM QUE VOS RODEIA. CANCELEM TUDO, DÁ TEMPO! TUDO PODE ESPERAR, EXCETO A NOSSA SAÚDE. Ainda temos muito para viver. Por isso, uma vez mais, e mesmo no tédio, FIQUEM EM CASA!

 

 

10 anos de Diabetes...

Faz hoje dez anos que me foi diagnosticado Diabetes Mellitus Tipo I, ainda me lembro desse dia, um dos piores da minha vida, posso afirmar. Aprendi muito com esta doença, não só anatomicamente mas também entre outras dicas que revolucionaram a minha vida, coisas essas que nunca imaginei vir a me importar tanto com isso. Perdi a conta de quantas vezes, ao longo destes dez anos, ouvi dizer "vive-se com diabetes" ou "há doenças piores". Claro que se vive com diabetes, caso contrário nem eu nem milhares de pessoas estariam a contar a sua história. E é claro que há doenças piores, não posso negar, mas isto também não é um mar de rosas mas sim algo que nos desafia constantemente e que gera alguma revolta quando descarrila quando não é suposto descarrilar, algo muito agridoce, eu diria. 

Ao longo deste tempo, visto que fui diagnosticada com apenas 8 anos de idade, aprendi a crescer. Aliás, tudo isto obrigou-me a crescer depressa, a ser ainda mais responsável por mim mas como também à minha saúde. E tenho que admitir, que graças aos meus hábitos alimentares saudáveis, já antes da diabetes, tudo se tornou mais fácil. Nunca fui de comer doces nem fast food, se comia era em festas de aniversários ou ocasiões especiais uma vez que o meu pediatra sempre alertou a minha mãe pela minha tendência a ser obesa, por tanto, desde muito cedo, os meus hábitos alimentares eram restringidos e preferencialmente saudável, depois da diabetes, o que mudou do meu plano alimentar inicialmente foram os pães de leite, os meus preferidos, e umas bolachas de pequeno almoço da Proalimentar Belvita. De resto, tudo se manteve, com um ajuste aqui e ali mas nada de especial.

Uma coisa que nunca pensei aprender foi ler os rótulos das embalagens (algo que também já vos ensinei por aqui) a contabilizar os hidratos de carbono e a converter em unidades de insulina a administrar. Tudo isto, obviamente, com o tempo. 

Dez anos de diabetes, dez anos de restrições específicas aos açúcares e adivinhem só, a alimentação saudável pode ser igualmente deliciosa. Não diga que não coma uma fatia de bolo numa festa de aniversário ou um pouco de pudim no natal, sempre aumentando duas ou mais unidades de insulina para cobrir os "estragos", embora, muito sinceramente, não sinto falta. Tanto que na segunda ou na terceira colher, o doce da sobremesa ou da fatia, já começa a enjoar, ao ponto de muitas das vezes, prefiro nem comer nada. Simplesmente porque já me habituei e é algo que não me acrescenta em nada nem me faz confusão ver as outras pessoas a comer e eu não puder, pois eu sei que a minha saúde depende muito dos meus comportamentos e que tudo tem as suas consequências. 

Dez anos a viver civilizadamente com esta minha diferença, que por vezes nem é fácil, por vezes é frustrante outras vezes desafiante mas, mesmo assim, consigo ser feliz, consigo dar a minha gargalhada e consigo, sobretudo, ser igual a todas as outras pessoas, só que com uma particularidade, ser um pouquinho mais doce que todas elas e ter um senhor (pâncreas) preguiçoso dentro de mim, que está de férias à 10 anos e que se recusa a voltar a funcionar. 

No entanto faço a minha vida normal com algumas restrições e bem consciente daquilo que posso ou não fazer/comer. Mas SEMPRE DE SORRISO NO ROSTO porque afinal o amargo não combina comigo!

Pág. 1/2

A autora

foto do autor

Translate

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub