Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Conversas e Café

O melhor sérum desta vida e da outra...

O cabelo é uma das coisas essenciais na aparência da pessoa, é algo que toda a gente repara e que certamente muda o humor, acertei? Por isso é importante mantê-lo SEMPRE cuidado, hidratado, nutrido e saudável.

Para quem me conhece sabe que a minha relação com o meu cabelo é muito rígida, sou tão desapegada nele que tanto num dia quero deixar crescer com no dia depois já estou a ligar à minha cabeleireira para garantir uma marcação para o cortar. E ultimamente tem sido mesmo assim. Tenho gostado de mantê-lo por cima do ombro, tenho gostado da facilidade e do tão pouco trabalho que ele me dá assim. Mas, por vezes, o que mais odeio é quando ele tende a enrolar umas pontas para fora pois ele é de tal forma indisciplinado ao ponto de ficar metade cabelo direito e a outra metade virada para fora. Mas, é aí que eu conto com este sérum e de entre tantos que já usei, este é o melhor de todos sem qualquer dúvida e vou explicar-vos o porquê mas antes senhoras e senhores, meninos e meninas, eis o melhor sérum deste século ou talvez desta vida e da outra: 

BA0C9906-5CE8-4349-8487-2389FD747401_1_201_a.jpeg

O Sérum Anti - Frizz Liso Asiático da Gliss (Schwarzkopf) é o meu produto favorito do momento. Este sérum é tão fantástico e tão cheiroso. Ele garante um alisamento mais prolongado, um cabelo sem frizz e uma nutrição incrível graças à sua fórmula com beauty oil e vitamina E. Tenho que dizer que é tudo aquilo que preciso. Ele está indicado para todos os tipos de cabelo especialmente para cabelos rebeldes e difíceis de alisar. 

Depois desta pequena apresentação do melhor sérum do mundo, pelo menos para mim, vou contar-vos como costumo utilizá-lo.

Primeiramente lavo o cabelo normalmente o meu cabelo com o meu shampoo. Depois seco-o por completo de modo a retirar toda a humidade possível do meu cabelo e enrolo-o. Na hora de o aplicar, deito apenas um pequeno pump de sérum na mão, distribuindo o produto por ambas as mãos e aplico-o desde metade do meu cabelo até às pontas para garantir que selam as pontas todas. Et voilà!

Quanto a preços, rondam os 4€ e podem adquirir o vosso no super ou hipermercado mais perto de vocês. Comprei o meu em promoção, por isso estejam atentos que compensa pois rende imenso. 

E vocês, já experimentaram? Sintam-se à vontade para partilhar a vossa opinião. 

 

 

 

“Preciso mudar, ainda não sou eu”

23EDC661-AF92-4043-858E-9CCA4BB6CEF4.jpeg

Porque todos os dias permite-nos evoluir. Porque todos os dias podemos ser um pouquinho melhor que o dia anterior e marcar pela diferença. Porque somos humanos, erramos, crescemos e aprendemos. Porque num mundo em constante mudança, também precisamos de nos adaptar de modo a acompanhar esta evolução sem perder o rumo. Porque mudar, não é errado. Se ainda não somos quem pretendemos ser, e se ainda estamos vivos, é sinal que ainda temos uma oportunidade para mudarmos algo que não está assim tão bem em nós. 
Permitam-se a ser vocês mesmos, sem medos, simplesmente melhor que a última versão de vós. 

(Imagem: Pinterest)

Prontas para usar e marchar

Elas estão de volta e trouxeram tudo. Estou claramente a falar das botas estilo militar. Com tachas, fivelas, aplicações, atacadores, com salto ou sem ele, das mais simples as mais arrojadas, elas voltaram com tudo e prometem ser, seguramente, uma das maiores tendências desta estação. 

Para complementar o outfit ou até mesmo para deixar uma pegada mais ousada, este estilo de bota pode ser uma escolha muito segura quanto arrojada. E por aqui, trouxe toda uma coletânea de imagens do Pinterest, para vos inspirar ou até mesmo vos convencer as adquirir pelo menos (mais) um par. 

Lembrando que, dependendo da forma que a usam e do modelo que escolherem, podem obter diferentes combinações desde o mais casual, até ao mais petulante mas com aquele toque de elegância. 

Beige turtleneck + blue jeans +black military boots Street style from London fashion week autumn/winter ‘16/’17How to Wear Military Combat Boots with Dresses/ SkirtsAylinkoenig7 Outfit Ideas to Wear with Lace-Up Boots // PurewowInstagram post by Marie von Behrens • Sep 26, 2019 at 3:54pm UTCALLSAINTS on Instagram: “Just right | @cairo_dwek styles out the Harriet check blazer”balenciaga_ceinture_boots

Devo admitir que fiquei muito empolgada por este regresso que até já tenciono em comprar (mais) umas. 

Na vossa opinião, este regresso merece um sim? 

 

 

Os meus filmes de natal preferidos

Olá Maltinha, 

Não sei quanto a vocês mas eu já entrei em modo filmes de natal. E é nestas alturas que eu penso que o tempo está a passar de forma tão fugaz que nem nos damos de conta, ainda ontem estávamos a entrar em 2019 cheios de planos e expectativas e hoje já se fala (outra vez) no natal. Por mim, poderia ser natal o ano inteiro mas sou muito suspeita.

Por isso, para entrar em grande neste espírito, trouxe alguns dos meus filmes preferidos para esta altura do ano. Preparem as pipocas. 

Let It Snow

Let It Snow poster.jpeg

 

"Um forte nevasca atinge a cidade de Gracetown na véspera de Natal e a transforma em um inesperado refúgio romântico. Um trem retido no meio do nada, uma corrida com os amigos no frio congelante e lidar com a tristeza da perda do namorado ideal. Três histórias de amor distintas que se conectam entre si." * 

Opinião: É daqueles filmes mais teenager que retrata muito bem os adolescentes atualmente quanto ao seu comportamento nas mais diversas situações e perante a sociedade. É um bom retrato da realidade da vida adolescente, desde as festas, as redes sociais, o álcool, e tudo mais. Contudo não deixa de ser uma boa comédia romântica para ver nesta época de natal. 

 

Holiday in the Wild

Resultado de imagem para holiday in the wild

"Quando o marido termina abruptamente o casamento, na véspera de uma viagem que tinha sido combinada há meses, Kate (Kristin Davis) embarca em uma segunda lua de mel na África, encontrando um novo objetivo para sua própria vida. Enquanto renova suas forças, Kate também se depara com um romance em potencial quando conhece Derek (Rob Lowe), um conservacionista de elefantes." *

Opinião: Adorei este filme, devo confessar. Ao contrário do anterior, não é sobre adolescentes mas sim sobre uma família supostamente perfeita. Gostei imenso, todo enredo e da forma como a ação se desenrola nas terras africanas.

The Princess Switch

Imagem relacionada

Uma duquesa e uma confeiteira descobrem que são sósias perfeitas uma da outra e decidem trocar de lugar. Quando elas se apaixonam por homens que não fazem a menor ideia de quem elas são de verdade, esse plano pode virar um problema.

Opinião: Tipo de filme muito cliché e um pouco previsível mas mesmo assim, para quem gosta deste tipo de filmes, tenho a certeza que este vai ser um dos escolhidos para esta altura. 

Time For Me To Come Home For Christmas

Resultado de imagem para time to come home for christmas

Cara e Heath conhecem-se no aeroporto numa suposta viagem para passar o natal com as suas famílias. Heath em busca de uma canção de natal e Cara em busca de uma solução para salvar o negócio da sua sua família. Todos os caminhos deram de volta a casa mas será que Heth e Cara conseguem aquilo que procuram?

Opinião: Já vi vezes e vezes sem conta, até tenho gravado no arquivo da minha box para ver quando estiver entediada. Para mim dos melhores filmes de natal que já vi, se não o melhor. Adoro! ❤️

 

E pronto maltinha, acho que já têm filmes bons de natal para verem e se entreterem, enrolados na manta e no conforto do sofá, o que há de melhor?

Mas antes de me despedir, tenho duas ressalvas a fazer. 

Primeiramente, gostaria de saber quais são os posts de natal que vocês gostariam de ver por aqui, já tenho algumas ideias mas também gostaria de saber a vossa opinião. 

Depois, gostaria de vos dizer, relativamente às sinopses que marquei com um asterisco (*) foram retirados do site adorocinema.com

E pronto, espero que tenham gostado, partilhem comigo quais são os vossos filmes de natal preferidos que também vou adorar assistir. 

 

 

 

 

 

Novembro Azul

14 de Novembro: Dia Mundial da Diabetes

Quase 10 anos de diabetes. Foi no dia 13 de março de 2010 que foi confirmado as suspeitas quanto ao diagnóstico deste que seria a minha aliada para o resto da minha vida. E aqui estou eu nesta dura batalha. Começar a tratar a diabetes por "tu", criar uma certa intimidade com aquilo que será o teu "para sempre" não foi uma escolha minha. Contar hidratos de carbono, refeição sim, refeição sim não foi uma escolha minha. Simplesmente foi o meu pâncreas que decidiu tudo isto por mim, foi ele que adormeceu dentro de mim.

São tantos os porquês de ter acontecido isto comigo, são tantas as vezes em que tenho que explicar de forma simplificada de que se trata esta doença ou do porquê de eu estar com uma hipoglicemia. São tantas as vezes que me sinto revoltada e frustrada pelos valores quando saem dos parâmetros normais sabendo que fiz tudo certo, sabendo que contei cada grama de hidrato de carbono que ingeri, sabendo que fiz exercício físico em vez de ficar sentada no sofá. Revolta. Muito. 

Aprendi que com esta doença nada é garantido muito menos constante, os valores, as dosagens de insulina, as alterações hormonais e os resfriados que também influenciam. Enfim. 

Cada vez mais há pessoas diabéticas no mundo inteiro, por isso, hoje, dia 14, Dia Mundial da Diabetes, façam um despiste a esta doença com uma simples picada no dedo, de preferência em jejum ou num intervalo de 3 horas sem se alimentar para ver as glicemias como andam. 

Não ignorem os sintomas! A sede, as idas constantes à casa de banho, a perda de peso, a fadiga, o apetite, são alguns dos principais sintomas que fazem soar os alarmes. 

Cuidem-se. Com a saúde não se brinca. 

5 formas para manter a sanidade mental

Antes de mais nada, acho que devo um pedido de desculpas aos meus leitores, bem sei que tenho andado desaparecida mas, na verdade, as coisas complicaram-se um pouco por estes lados, não comigo, mas mesmo assim me afetou um pouco e me abalou o bastante ao ponto de nem ter cabeça para escrever por aqui. Mas aqui estamos nós para mais um post. Espero que gostem. 

 

Para mim, manter a sanidade mental tem sido algo muito desafiante sobretudo com a adolescência e todas as experiências de vida que tenho passado, embora diga constantemente e de peito cheio de orgulho o quão grata estou por casa coisinha que me acontece, às vezes é difícil, é duro, é bizarro, enfim. 

Por isso arranjei um pequeno (grande) guia com formas para manter a sanidade mental. 

1º Ignorar

Por vezes, para manter a sanidade mental o melhor é, de facto, ignorar situações, pessoas, o que for que vos seja tóxico. Não dar troco, simplesmente. Não é fácil mas garanto-vos que é meio caminho andado para poupar a vossa sanidade.

 

2º Não pensar demais  

Pensar menos e agir mais. Quantas vezes já vos aconteceu ficarem a pensar numa determinada situação ao ponto de se cansarem com ela ou de criar ilusões ou simplesmente criar problemas onde eles nem existem? Nada de dramas, deixem apenas acontecer. 

 

3º Desligar o complicómetro

O mesmo que dizer, simplificar. Nada de sofrer por antecipação, nada de complicar aquilo que é simples. Vejam, apenas, as situações tal como são ou numa outra prespetiva mais realista. Descompliquem. Serão mais felizes. 

 

4º Meditar

Já falei sobre meditação tantas vezes no blog, aliás, já assumi o quanto me ajudou a controlar a minha ansiedade (post aqui) e eu sinto com mais sanidade depois de aplicar esta prática na minha vida. Acho que esta prática era algo para incluir na nossa cultura, principalmente nas escolas, ou até mesmo nas nossas vidas, na nossa rotina. Tirar, pelo menos, 5 minutos para nós, para tratar da nossa mente, curar aquelas "feridas" que existem dentro de nós é algo que deveríamos fazer.

 

5º Relaxar a mente

Meditar, ler um (bom) livro, praticar uma atividade física ou até mesmo ouvir uma música com uma mensagem positiva, são algumas coisas que ajudam (e muito) para manter a nossa saúde mental no lugar. 

 

E pronto, são estes os meus truques para manter a sanidade mental. Não são itens impossíveis de cumprir, simplesmente exige muita prática e existência. É um processo contínuo mas que no fim já o fazemos de forma quase que intuitiva. E vale tanto a pena! 

 

 

 

E se fossem com os homens?

Viver na sociedade destes tempos em que o machismo, o sexismo e a testosterona anda pelos ares, leve-me a querer que há coisas que as mulheres têm e devem de o fazer e os homens não. Para clarificar melhor esta minha afirmação, para que não me levem para outras interpretações erradas e em minha legitima defesa, sendo eu mulher e tendo o meu ponto de vista e opinião bem formada no tema, vou dar-vos um exemplo: "as atrizes que representam papéis nos filmes, são sempre elas que aparecem mais descompostas nas cenas mais intimas e calorosas". 

E pergunto-me, qual é a necessidade? Será que não existe (gajos bons) atores mais robustos que também o possam fazer para dar mais "views"? Ou então porquê que a maioria de páginas da internet de "humor negro" (se é que se assim se possa chamar), usam  mulheres e piadinhas com elas como se elas, (quer dizer, nós) fossem tiranas e perversas nesse sentido? Um outro exemplo, são os piropos "és toda boa" ou "que padaria" ou qualquer coisa para provocar? Será que somos meros objetos sexuais que não somos iguais a qualquer um de vocês, não somos humanas e nem temos sentimentos, aliás, o que é isto?

Queridos homens, se fossem convosco? Não pensam assim pois afinal durante todo o período da história o homem sempre teve um "estatuto social" superior às mulher e no meio de tanta e tão tamanha evolução, de tantas mudanças de mentalidades isto continua a ser algo tão retrógrado, tão passado, nunca muda. 

Lembrem-se que somos todos humanos, que o sexismo é coisa do passado e cabe a vocês e a essas mentes brilhantes mudar isso. E embora que muitas de nós nos punhamos a jeito (sim porque existe, é um facto!), ninguém merece piropos, ninguém merece ser tratado de forma diferente só porque usa salto, um vestido mais justo e mais curto, só porque tem excelentes curvas, who cares!? Mundo das aparências!! E a dignidade? Onde isso existe? E o respeito? Foi de férias? 

That's it por hoje. Este post nasceu de uma conversa com as minhas amigas e achei interessante partilhar as nossas opiniões aqui. 

Receita | Mousse de Cacau

Quem me segue lá no Instagram (já agora, @julianamf1609) sabe que ultimamente ando a publicar vários stories desta receita. Primeiramente porque é (muito!!) saudável quanto fácil e deliciosa de se fazer. Na verdade, a receita não é propriamente minha, foi que vi por lá no Instagram e decidi testar porque fiquei com água a crescer na boca. 

E a melhor parte é que ela é muito saborosa, sobretudo para quem gosta de cacau, e podem comer sem culpas, seja como lanche ou como sobremesa. Por isso, decidi colocar esta opção fit de uma mousse para provar com a família neste fim de semana prolongado. 

IMG_0137.jpg

Ingredientes: 

  • 1 lata de leite de coco 
  • 4 colheres de sopa de cacau em pó 
  • 1 colher de sopa de açúcar de coco

Modo de Fazer:

  • Num liquidificador, bater todos os ingredientes na velocidade mais lenta por cerca de dois minutos. 
  • Depois, terminar na velocidade máxima por um minuto. 
  • Colocar em taças (para mim deu para 4 taças) e levar ao frio por umas horas. 
  • Servir com raspas de chocolate negro mínimo 70% cacau, avelãs moídas ou coco ralado (tal como eu fiz!) 

Esta receita é ideal para fazer neste fim de semana e partilhar com quem mais gostam.

O que vos parece? 

A autora

foto do autor

Translate

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub